in

Suposto fantasma de Pablo Escobar aparece antes da demolição do prédio em que vivia

G1 / El País
Publicidade

Conhecido apenas como Pablo Escobar, Pablo Emilio Escobar Gaviria ficou famoso mundialmente como “O senhor da droga colombiano” e, graças ao tráfico de cocaína nos Estados Unidos e em diversos outros países, tornou-se um dos homens mais ricos do mundo.

Jornais, repórteres, os governos norte-americano e colombiano – e até mesmo o povo colombiano – o consideraram o mais brutal, impiedoso e poderoso traficante da história.

Pablo Escobar foi morto em 2 de dezembro de 1993, após um tiroteio com o chamado Bloco de Buscas, grupo que se encarregou de uma investigação de dezessete meses até finalmente encontrarem o traficante. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Até ser encontrado e morto, Pablo Escobar se escondeu em diversos lugares. Um deles, e possivelmente o mais famoso, é o Edifício Mônaco, em Medellín, que era usado como refugio para Pablo e sua família. 

O edifício foi demolido pela Prefeitura de Medellín como forma de combater o narcoturismo. No lugar, um memorial às vítimas da guerra de cartéis do narcotráfico será construído. O mais curioso de tudo é que, segundos antes do edifício ir ao chão com a força de 400 quilos de dinamite, uma gravação captura um vulto no prédio.

Nas redes sociais, internautas imediatamente levantaram suspeitas acerca do vulto ser o espírito de Pablo Escobar, que teria permanecido no lugar por ter sido um local importante para sua família. Assista o vídeo.

O edifício Mônaco foi palco da tentativa de assassinato de Pablo, em 1988, quando um furgão com 80 quilos de dinamite explodiu em frente ao prédio. O atentado não vitimou o traficante, mas deu início à guerra dos cartéis que fez mais de 45 mil vítimas na Colômbia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Higor Mendes

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.