in

Escola de samba que homenageou Marielle fica em último lugar e é rebaixada

Foto: Ardilhes Moreira/G1
Publicidade

A escola de samba Vai-Vai acabou sendo rebaixada pela primeira vez em toda a sua história agora em 2019. O anúncio ocorreu no meio da tarde desta terça-feira, 5 de março, após a apuração das notas dos desfiles das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro. 

O enredo da escola do Bixiga fundada em 1930 este ano foi “Vai-Vai: o quilombo do futuro”, no qual a escola falou da luta do negro na sociedade e ainda fez uma homenagem à vereadora carioca Marielle Franco, assassinada no Rio de Janeiro. 

Em determinado momento da escola, os integrantes formavam uma espécie de quebra-cabeça, cujo principal objetivo era formar o rosto da vereadora morta. Outras escolas de São Paulo e do Rio de Janeiro fizeram homenagens parecidas, mas sempre recebendo críticas nas redes sociais. 

Publicidade

A vereadora Marielle Franco, do PSOL do Rio de Janeiro,  foi assassinada ao lado do seu motorista, Anderson, em março do ano passado. Um ano depois, a polícia ainda não concluiu a investigação sobre o assassinato da parlamentar, que tem sido usado como motivo político em um momento em que o país é governado pelo presidente Jair Bolsonaro. 

Publicidade

Houve quem defendesse a escola por seu enredo por meio das redes sociais. “Parabéns pela sua colocação no Brasil quem trabalha e defende a população nunca é lembrado, parabéns pra você saber reconhecer quem trabalha de verdade aqui em.minas está assim sem receber e trabalhar com o salário parcelado,somos heróis viva o povo brasileiro que mesmo diante de tantas farras carnavalescas sabe lembrar da gloriosa polícia”, disse um dos internautas. 

Após a divulgação das notas, a reportagem do SP2 tentou falar com o presidente da Vai-Vai, Neguitão, mas ele não quis dar entrevista.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Fernando B

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.