in

Trama maldita: a real face de João de Deus em mais de 16 mil dias de terror

Montagem / UOL / Fernando
Publicidade

O Ministério Público de Goiás publicou um documento que traça uma espécie de ‘roteiro de terror’. Ele conta os abusos que o médium João de Deus, um dos líderes espirituais mais conhecidos do país, teria comedido durante cerca de 45 anos (mais de 16 mil dias). 

Ao todo, são centenas de depoimentos, que indicam que as ações de João de Deus não eram isoladas. No tempo citado anteriormente, o Ministério Público já tem ciência de 310 mulheres que se dizem vítimas de algum tipo de abuso. A entidade, no entanto, acredita que esse número seja maior. 

Isso porque muitas mulheres tem medo ou vergonha de denunciarem um abuso. Ainda assim, o número de depoimentos já traça uma média de quase 7 vítimas de João de Deus por ano. Uma nova a cada período menor do que dois meses. Em alguns dos relatos, as vítimas revelam que foram abusadas várias vezes e por anos. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Outra coisa importante é que o gráfico do Ministério Público evidencia que, conforme foi passando o tempo, o número de vítimas se tornou ainda mais frequente. Veja acima o gráfico. O ano de 2008 foi o com maior número de vítimas: 21. 

Nem todos os casos que chegaram ao MP continham informações suficientes, como explica o promotor Augusto César Borges Souza.

“Nós recebemos e-mails, telefonemas e contatos de pessoas que não conseguimos informações suficientes para mapear quando abrimos um canal para denúncias. Foram casos de vários estados e MPs espalhados do país”, explicou o promotor, pedindo ainda que as vítimas não tenham medo denunciar mais casos em torno do famoso médium, que continua na cadeia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.