in

Conheça a dieta do metabolismo rápido que faz você perder até 10kg em menos de 1 mês

Foto: EHStock/Thinkstock/Getty Images
Publicidade

Ter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos são bons hábitos que levam a ter uma boa saúde. No entanto, com tanta oferta de guloseimas e as praticidades oferecidas na atualidade acabam ocasionando o aumento da obesidade. Muitas pessoas tentam emagrecer, mas encontram dificuldade.

O motivo pode estar no metabolismo da pessoa que pode ser mais lento que o normal. Esse artigo vai mostrar a dieta do metabolismo rápido, uma opção que pode colocar fim no sofrimento da dificuldade em perder peso. A quantidade de peso que pode ser eliminada é animadora: menos de 10 quilos em 28 dias.

Porém, para atingir o objetivo é importante que a pessoa siga corretamente a dieta. Mesmo que a meta seja perder menos peso, dois ou três quilos, é importante seguir à risca, informou a criadora do método, a nutricionista norte-americana, Haylie Pomroy. “O resultado não é só uma aparência boa. Mas, sim, uma aparência fantástica e 100% de saúde”, afirma a nutricionista.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Fase 1 – relaxar as glândulas suprarenais

O objetivo é reduzir a produção do hormônio cortisol, que em grande quantidade faz aumentar o estoque de gordura. Os alimentos permitidos são verduras e legumes à vontade, com exceção da batata-doce e cenoura, que podem ser ingeridos em porção moderada. Estão liberados abóbora, aipo, abobrinha, alface, berinjela, beterraba, brócolis, rúcula, tomate e vagem.

Frutas podem ser ingeridas três ou quatro porções por dia. Entre elas, abacaxi, amora, mirtilo, goiaba, melão, melancia, laranja, limão, maçã, mamão, manga, melão, morango, pera.

Proteína animal devem ser porções controladas, entre eles estão carne vermelha magra, linguiça de frango, frango sem pele, peixes e clara de ovo. Já proteína vegetal, também deve ter o uso moderado, podem ser consumidos feijão, grão-de-bico e lentilha. Os grãos e amidos que podem ser usados são arroz integral, aveia sem glúten, leite de arroz, tapioca e quinoa.

Fase 2 – destravar a gordura armazenada

Essa etapa é bastante restritiva, não permitindo o uso de grãos e legumes. A duração é de dois dias. São permitidos para consumo verduras e legumes à vontade. Frutas somente limão siciliano e taiti. As proteínas devem continuar com porções moderadas.

Alguns alimentos estão proibidos nessa etapa, entre eles as proteínas vegetais, amidos, grãos e gorduras que todos os tipos.

Fase 3 – queimar estoque de gorduras

Os alimentos que são fonte de gordura saudável voltam ao cardápio. As verduras e legumes continuam à vontade, podendo ser usadas as mesmas da fase 1 e 2. Frutas como ameixa, amora, coco, água de coco, limão, morango, pêssego e pitanga podem entrar no cardápio. As proteínas de origem animal são as mesmas das fases anteriores, assim como as de origem vegetal.

Cardápio fase 1 – segunda e terça-feira

No café da manhã bem saudável, como uma vitamina de aveia ou de frutas vermelhas. O lanche da manhã pode ser uma laranja, ou alguma outra fruta da lista. Já no almoço a salada de verduras e legumes é liberada, uma porção de frango com brócolis, ½ xícara de quinoa cozida e uma rodela de abacaxi. Para o lanche da tarde, pode ser consumida a melancia, com suco de limão espremidos. No jantar, salada de folhas e legumes à vontade e um filé grelhado, acompanhado de arroz integral e abobrinha ralada.

Fase 2 – quarta e quinta-feira

Para o café da manhã use três claras mexidas ou cozidas, pode ser temperada com sal, orégano e salsinha a gosto. O lanche da manhã pode ser salmão defumados ou atum, acompanhado de talos de erva-doce. Já no horário do almoço, consuma salada de rúcula, alface roxa e cogumelo, acompanhado de pimentão recheado de carne moída. O lanchinho da tarde prepare 3 fatias de rosbife, acompanhados de pepino. Para o jantar, um prato de sopa de frango com hortaliças.

Fase 3 – sexta, sábado e domingo

No café da manhã, consuma 1 torrada sem glúten, acompanhada de 1 ovo mexido e 1 copo de leite de amêndoa batido com 3 colheres de sopa de abacate. Para o lanche da manhã, coma 1 maçã assada com canela em pó, ou cacau se preferir, ¼ de xícara de castanhas cruas, sem sal. No almoço, salada de verduras e legumes, uma porção de salmão assado com batata-doce, mais um pêssego. O lanche da tarde um copo de água de coco, mais castanhas cruas (¼ de xícara). No jantar, prepara salada de alface crespa, cogumelo, tomate e azeitona, ½ xícara de quinoa em grão cozida e quatro colheres de carne moída refogada com azeitona e ovo cozido.

Ingerir pelo menos 2 litros de água por dia, além de chá de ervas. As saladas podem ser temperadas com limão, gengibre e pimenta. O azeite somente deve ser usado na fase 3.

Importante lembrar que qualquer processo restritivo de alimentação deve ser feito com avaliação médica para evitar problemas de saúde e outros efeitos colaterais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Shyrlene Souza

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.