in

Evangélicas, Urach e Bismarchi falam sobre o tempo de Carnaval: ‘Me arrependo de tudo’

Fonte: Deolhonailha
Publicidade
Publicidade

Estar na avenida defendendo e desfilando por uma escola de samba é um sonho de várias modelos, porém, estar nessa posição pode levar a muitas consequências. As musas Ângela Bismarchi e Andressa Urach por exemplo, já passaram muitos carnavais desfilando, e hoje contam como as suas vidas se transformaram depois de abandonarem a rotina de participarem do carnaval.

“Me arrependo de muitas coisas. Teve um desfile de Carnaval que inventei que tinham roubado a minha fantasia, me arrependo disso porque, quando conheci a palavra de Deus, vi o quanto é horrível a mentira. O diabo é o pai da mentira e infelizmente o mundo acha que tudo bem uma mentirinha”, disse Urach.

Publicidade

Andressa Urach se converteu no ano de 2015 após passar por um momento muito assustador por conta de uma infecção bem agressiva que a deixou à beira da morte no final do ano anterior. Esse foi o momento em que a jovem teve a oportunidade de se conectar com Deus.

Durante uma entrevista no ano de 2017, a modelo declarou que debochava muito de Deus e que nunca havia imaginado estar dentro de uma igreja um dia.

Publicidade

Ângela Bismarchi, é outra musa que se diz arrependida de ter dedicado tanto tempo de sua vida ao carnaval, foram 17 anos vivendo nesse ritmo e ela também admitiu que errou no passado. Ângela se converteu em uma Igreja Batista há quatro anos e ainda tem pensado em refazer a sua cerimônia de casamento. “Me arrependo de tudo. De sair nua, me expus muito”, declarou Bismarchi.

Hoje, Urach e Bismarchi,  testemunham como as suas vidas se transformaram, após as conversões.

Publicidade

Leia Também