in

Delegado da PF dá bronca em Lula por ter feito discurso político no velório do neto

GaúchaZH
Publicidade

Hoje o dia foi de críticas ao ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Opositores acusam o petista de ter utilizado o velório do neto para fazer um ‘discurso político’. Tudo isso por conta da seguinte fala.

Publicidade

Arthur, você sofreu muito bullying na escola, por ser neto do Lula. Tenho um compromisso com você: vou provar a minha inocência e vou mostrar quem é ladrão e quem não é neste país. As pessoas que me condenaram eu duvido que possam olhar para os netos como eu olhava para você”, disse o ex-presidente.

Publicidade

Nas redes sociais, as críticas são várias e novamente acusam o Lula de utilizar um velório de ente querido como um palanque. Há um tempo, o ex-presidente foi acusado de ter utilizado o velório de sua esposa Marisa como palanque político, após ter pegado um microfone e discursado em alta voz para todos ouvirem.

O neto de Lula morreu de meningite e pegou todos de surpresa, pois o mesmo só tinha sete anos de idade. O petista ainda afirma que seu neto sofria bullying na escola, somente por ser neto de Lula. O ex-presidente prometeu ao seu próprio neto que provará a sua inocência.

Publicidade

Ao final de sua fala, como já foi noticiado no 1News, Lula disse que provaria que Deltan Dallagnoll, procurador-chefe da operação Lava Jato, e que o também ex-juiz federal e agora ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, mentiram a respeito dele.

Depois de ter falado mal de quem o condeno, o delegado da Polícia Federal repreendeu o ex-presidente afirmando: “o senhor sabe que não devia ter feito isso”. Lula retrucou: “o senhor sabe que eu devia”.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.