Tite é muito criticado por não convocar Dudu, e suposto motivo vem à tona

Leia também

Cantor de banda gospel diz que não crê mais em Deus e decide abandonar o grupo

Eles tocaram juntos por muitos anos, mas agora o vocalista resoleu seguir por outros caminhos.

Estresse e decepção: futuro de William Bonner pode ser incerto na Globo

Demonstração de estresse e decepção do âncora abrem especulações a respeito de sua permanência no JN.

Covid-19: por que a doença é mais perigosa nos homens do que nas mulheres?

A diferença nas complicações por Covid-19 entre homens e mulheres vem chamando a atenção de especialistas.

Em meio a crise e demissões, Corinthians anuncia acerto com craque

Pandemia do novo coronavírus faz Corinthians demitir, mas acerto com craque é finalizado.
Bruno Avila
Redator de futebol e política desde 2016. Hoje um dos profissionais mais lidos da 1News.
Publicidade

O ponta-atacante Dudu foi considerado o melhor jogador do Brasil no ano de 2018 e vem sendo o grande destaque do Palmeiras neta temporada. O atleta, desde o ano passado, vem sendo pedido pela torcida palmeirense em uma convocação para a Seleção Brasileira. 

Entretanto, muitos se irritaram com a convocação de Everton e a não convocação de Dudu, que vem ‘voando’ há tempos no Alviverde da capital. No entanto, um fato que aconteceu há anos acaba criando uma teoria entre torcedores do porquê pelo Tite não estar convocando o palmeirense para estes amistosos.

Publicidade
Publicidade

A memória do palmeirense relembra que Tite havia pedido a contratação de Dudu, no Corinthians, em 2015, mas levou um chapéu. Vale lembrar que, naquele ano, o Dudu pertencia ao Grêmio e era desejo dos clubes de São Paulo.

Publicidade

Na época, até mesmo o São Paulo entrou na jogada querendo comprar Dudu, porém o atleta já estava praticamente sendo anunciado pelo Corinthians, que tinha o técnico Tite. O Palmeiras surpreendeu a todos e deu um chapéu histórico em seu maior rival, anunciando a contratação de Dudu.

Após ter subido recentemente da Série B e quase caído de novo, muitos imaginavam que o Palmeiras não tinha poder financeiro para dar um chapéu pelo jogador mais cobiçado do futebol brasileiro, na época. O Corinthians estava em uma fase ótima, quando estava sendo campeão de tudo.

A contratação de Dudu foi a primeira grande demonstração de poder financeiro da patrocinadora Crefisa, que havia chegado à equipe naquele ano e mostrou ser poderosa com o primeiro chapéu em cima do maior rival.