in

Maquinista morre após 7 horas de resgate no RJ e gera comoção: ‘tristeza sem fim no país’

Reprodução / GloboNews
Publicidade

Internautas estão lamentando a morte do maquinista Rodrigo Assunção. Ele conduzia um dos trens que se chocou na estação São Cristóvão, zona norte do Rio de Janeiro, por volta das 06h50 desta quarta-feira (27).

O maquinista ficou preso nas ferragens e recebeu atendimento por mais de sete horas, mas quando foi retirado pelos homens do Corpo de Bombeiros sofreu uma parada cardíaca. Assunção foi submetido à massagem cardíaca, mas não resistiu e morreu.

Durante o atendimento, quando ainda estava preso nas ferragens, o maquinista permanecia lúcido e os bombeiros levaram balões de oxigênio para ele. Quando foi retirado, os agentes que trabalhavam no resgate comemoraram.

Publicidade

Nas redes sociais, muitas pessoas ficaram comovidas com a morte do maquinista e elogiaram o trabalho dos bombeiros. “Rodrigo morreu como herói. Ele podia ter pulado mas preferiu frear para não ocorrer mais desastres. Descansa em paz”, escreveu uma internauta.

Publicidade

Se o maquinista tivesse pulado da composição e não tentasse frear, a batida teria sido mais forte. Oito pessoas ficaram levemente feridas no acidente. Sete foram encaminhadas para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da cidade, e uma foi para o Salgado Filho, no Méier, zona norte.

“Que tristeza gente… Lutou por horas e morrer desse jeito… Força à família! E parabéns aos Bombeiros que nao desistiram nenhum minuto”, escreveu outra internauta. “Tristeza sem fim no país”, afirmou outro.

“Infelizmente, o maquinista desta tragédia não resistiu. Herói, segurou o trem como pode. Bombeiros foram heróis. Que isto não seja esquecido”, lamentou mais um. “Bora, Rodrigo, reage, falta pouco, Deus é contigo”, disse uma internauta, antes de a morte ser confirmada.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br