in

Lula opina sobre crise da Venezuela, mas sofre terrível castigo

Fotomontagem: Bruno Avila / Blog do Esmael
Publicidade

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do Brasil, atualmente está preso em regime fechado pelo crime de corrupção. O petista foi condenado há doze anos de prisão e uma nova condenação já foi encaminhada. Uma pelo caso do tríplex e outra pelo sítio de Atibaia.

Publicidade

Publicidade

No entanto, a equipe de Lula sempre está postando mensagens no Twitter. O perfil do ex-presidente, por exemplo, postou sobre o conflito que o governo Bolsonaro e o de Donald Trump está traçando com a Venezuela.

Publicidade

Os tuítes não são postados pelo ex-presidente, pelo fato de ele estar preso, mas sim por membros de sua assessoria que pegam as cartas de Lula e as reproduzem em suas redes sociais. A opinião a seguir foi por uma carta escrita de dentro da cadeia e, posteriormente, postada pela sua equipe.

Na opinião de Lula, apresentada no tuíte, a população brasileira não pode permitir a submissão do Brasil aos Estados Unidos da América. Contudo, o ex-presidente petista afirma que Maduro é um problema da Venezuela e não dos americanos, envolvendo o Brasil nesta fala.

Porém, após sua equipe publicar este tuíte, Lula acabou sofrendo uma represália enorme. Diversos comentários de opositores invadiram a publicação do petista.

Mas a resposta que acabou repercutindo mais foi a do MBL (Movimento Brasil Livre). O Twitter do MBL respondeu: “Na hora de desviar dinheiro do povo brasileiro para financiar a ditadura venezuelana, Maduro era um problema seu, né?“. Um print da resposta foi publicada no Facebook e, até o momento, já conta com 3.400 curtidas e 1.400 compartilhamentos.

Gepostet von MBL – Movimento Brasil Livre am Montag, 25. Februar 2019

A represália que Lula vem sofrendo a cada publicação é grande. Os opositores vem sempre sendo muitos ativos nas redes sociais dele, assim como também nas de seus aliados. Fernando Haddad e Dilma Rousseff também sofrem com invasões constantes de opositores nos comentários de suas publicações, portanto suas opiniões ficam abertas para críticas.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.