in

Bruno Gagliasso posta foto com Giovanna Ewbank e seguidora dispara: ‘madrinha de Taubaté’

Publicidade

A polêmica da última semana acerca da separação do casal José Loreto e Débora Nascimento acabou envolvendo uma boa parte do elenco da Rede Globo. Entre eles, Bruno Gagliasso e sua esposa Giovanna Ewbank.

Publicidade

Bruno usou suas redes sociais na última sexta-feira (22) para compartilhar um momento de tranquilidade com Giovanna. Na foto publicada no Instagram, o casal de artistas aparece praticando yoga.

Publicidade

Pausa para #yoga. Meditar, Respirar, Fortalecer. Dá uma pausa você também! Larga um pouquinho dessas fake news e olhe mais para dentro!”, escreveu o ator global na legenda da foto.

Como a internet não perdoa, não demorou muito a surgir uma enxurrada de comentários com os mais diversos tipos de reações dos internautas. “Tem que ter coragem. #madrinhadetaubate”, disse um deles. “Vocês precisam meditar não. Precisam pedir é perdão”, disse outro.

Publicidade

Bruno chegou a responder um dos comentários que dizia que o artista necessitava pedir perdão ao universo. “Inacreditável meu amigo. Mas vamos andando. Coerência e verdade SEMPRE”, respondeu o ator.

Anteriormente, Gagliasso chamou a atenção de todos ao curtir o comentário de uma fã que o alertava para ter cuidado com sua esposa. Segundo a seguidora, Bruno é ótimo, mas deveria tomar cuidado para Giovanna não acabar com sua carreira como ela estaria fazendo com Marina Ruy Barbosa.

Vale ressaltar que Giovanna Ewbank, que foi madrinha do casamento de Marina e Alexandre Negrão, tem sido apontada como uma das pessoas responsáveis por colocar o nome de Marina no caso que resultou na separação de José Loreto e Débora Nascimento.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Higor Mendes

Corretor de Imóveis, cursou até o 3º semestre de Engenharia de Pesca na Universidade Federal Rural da Amazônia e atualmente é graduando em História na UNP. Apaixonado por História da Segunda Guerra Mundial, Política, Futebol e curiosidades em geral.

Polícia abre fogo contra caminhões de ajuda humanitária e clima fica tenso

Brasil pode entrar em guerra contra Venezuela? Jornalista acredita que sim