Rodrigo Maia defende Previdência de Bolsonaro e é desafiado por pedreiro: ‘Canalha’

Leia também

Vidente Carlinhos revela a verdadeira razão de possível queda de Bolsonaro na presidência

Em novo vídeo, o vidente Carlinhos comenta sobre a queda de Jair Bolsonaro na presidência.

Esta foto parece normal, mas quando você notar o erro vai ficar arrepiado

A divulgação da fotografia rapidamente se tornou um desafio nas redes sociais.

Coronavírus: vidente Carlinhos causa terror ao dizer que tudo vai piorar na pandemia

Em novo vídeo, o vidente Carlinhos faz apelo a todos e diz que vai piorar muito a pandemia.

Patrícia Abravanel dá notícia sobre Silvio Santos que ninguém gostaria de ler

Patricia Abravanel fala da quarentena e emociona: 'Ver meu pai de máscara foi esquisito'
Rômulo NC
Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.
Publicidade

Um vídeo com um homem desafiando o presidente da Câmara dos deputados recém eleito Rodrigo Maia vem viralizando nas redes sociais.

O motivo do vídeo feito pelo pedreiro, é a indignação mostrada por ele em relação a uma frase dita pelo presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM/RJ), em relação ao projeto da Previdência apresentado pelo governo Bolsonaro.

Publicidade

Isso porque, o político se mostrou a favor da reforma da Previdência, alegando que os brasileiros têm força para trabalhar no mínimo até os 75 ou 80 anos. Nas imagens gravadas, o pedreiro que não teve sua identidade revelada, se mostra indignado com a declaração do presidente da Câmara e, fez um desafio.

Publicidade

O rapaz chega a dizer que abriria mão de sua aposentadoria, caso a pessoa que não o representa, no caso Rodrigo Maia, consiga trabalhar por 30 dias com ele batendo concreto em obra. O pedreiro chega a dizer que trabalhará até morrer se o político conseguir realizar o feito.

Publicidade

No interesse de defender o novo projeto da Previdência, Rodrigo Maia concedeu uma entrevista a Globo News que acabou tendo uma repercussão negativa, gerando a revolta da população, principalmente das de baixa renda.

Na ocasião da entrevista Rodrigo disse: “Eu sou a favor de uma regra de transição mais curta. Todos nós temos uma expectativa de vida maior. Nós temos que entender que trabalhar até 62 anos sem transição não é problema nenhum. Todo mundo consegue trabalhar hoje até 80, 75 anos”.


Completamente indignado pela declaração de Rodrigo Maia, o pedreiro chega a chamá-lo de “canalha”. No vídeo, ele cita também o alto valor da aposentadoria recebida pela sogra do político, Clara Maria de Vansconcelos Torres Moreira Franco, que pediu sua aposentadoria com apenas 41 anos no ano de 1997 e. recebe o valor de R$ 30 mil mensais.