in

Especialista de Harvard dá 5 dicas para emagrecer com saúde e sem sofrimento

Portal Fitness Lifestyle
Publicidade

Emagrecer com saúde é desejo de muita gente. Algumas pessoas desanimam quando pensam em dias e dias de dietas que mais fazem sofrer do que emagrecer. Porém, algumas mudanças não tão rígidas podem ser feitas para que você encare uma alimentação melhor a longo prazo.

Publicidade

Idade, tipo de corpo, genética e nível de atividade física, fatores particulares de cada pessoa, são de suma importância para a perda de peso. Mas algumas pequenas atitudes são comuns a todos para alcançar o nível de pessoa saudável.

Publicidade

Especialista de Harvard, Katherine D. McManus oferece algumas dicas de algumas dessas atitudes que podem tornar uma pessoa mais saudável sem modificações severas na rotina. Confira:

1. Entenda os seus alimentos

Faça um registro de tudo o que você consome por três dias. Anote as quantidades exatas, quantas vezes você comeu fora ou fez sua comida em casa. Refeições caseiras podem ser mais saudáveis pelo fato de você ter o controle sobre o preparo da comida.

Publicidade

Com base no registro dos seus hábitos, estabeleça metas que incluam mudanças saudáveis e que você saiba que pode atingir.

2. Controle as porções

Atente-se para as quantidades. Um pedaço de carne, por exemplo, não deve ultrapassar o tamanho da palma da sua mão, enquanto arroz, batatas e carboidratos em geral, devem ter a quantidade equivalente a uma colher de servir. Legumes e verduras só devem preocupar se estiverem envoltos em gordura. O azeite apesar de ter gorduras saudáveis, não deve ser consumido em excesso.

3. Conheça a regra dos 80/20

Por muitas vezes quando nos privamos de algo acabamos consumindo o dobro do necessário quando voltamos com o consumo. McManus aconselha a regra dos 80 por 20. Mantenha a dieta mais rígida em 80% do tempo e deixe outros 20% mais livres. Assim a pessoa não se priva muito. A restrição total pode gerar compulsão.

4. O tempo da comida é sagrado

“Sinta os aromas, gostos e texturas do que você está comendo”, diz McManus. Hora da refeição? Deixe o celular e qualquer outra distração de lado. A falta de foco na hora da alimentação pode fazer com que nosso cérebro passe despercebido pela sensação de satisfação.

5. Foque na saúde acima de tudo

A especialista sugere que a saúde seja o objetivo, acima de tudo. Não se submeta a dietas agressivas e malucas. Dietas precisam ser psicologicamente saudáveis para evitar frustrações. 

Deixe de lado as comparações com os corpos ditos perfeitos pela mídia. Seja saudável por amor ao seu corpo e não busque se encaixar em padrões pré-formulados.

Vale lembrar que sempre que fizer alguma alteração restritiva na alimentação ou decidir começar exercícios, o ideal é consultar seu médico para que não haja efeitos colaterais negativos.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Higor Mendes

Corretor de Imóveis, cursou até o 3º semestre de Engenharia de Pesca na Universidade Federal Rural da Amazônia e atualmente é graduando em História na UNP. Apaixonado por História da Segunda Guerra Mundial, Política, Futebol e curiosidades em geral.

Luto: morre um dos maiores músicos de rock de todos os tempos

5 casais de famosos que já se envolveram em supostos casos de traição