in

Vídeo mostra médico violentando mulher na hora do parto e causa indignação

Publicidade

Nesta semana, um vídeo que mostra um médico violentando uma jovem na hora do parto repercutiu nas redes sociais. A jovem tem apenas dezesseis anos e sofre para ter seu filho.  Em entrevista, arrasada com o que ocorreu, a jovem diz que esse foi o seu primeiro e último filho. Ela chama o médico de monstro. 

O parto ocorreu dia 19 de maio de 2018, na maternidade estadual Balbina Mestrinho, Zona Sul de Manaus. A jovem não tinha passagem suficiente para a criança sair e foi supostamente agredida pelo obstetra que se negou a fazer uma cesariana.

O momento da agressão foi filmada por um dos integrantes da equipe que acompanhava o parto e publicado nas redes sociais, nove meses após o ocorrido.

Obstetra que aparece nas imagens agredindo grávida no Amazonas já tem outras denúncias de violência na hora do parto

O vídeo acabou viralizando na internet e causou tremenda indignação. De acordo com informações do G1, o médico já tem outras denúncias de violência obstétrica. Há pelo menos cinco boletins na polícia contra o profissional, que não quis falar com a reportagem da Globo. 

Publicidade

No vídeo, o médico está estressado e é bem agressivo com a paciente e pela sua dificuldade em dar à luz. Mesmo sendo uma adolescente e não estando com facilidade para o parto normal, o obstetra se mostra bem impaciente e chega até a bater nas coxas da mulher. 

Publicidade
Publicidade

A paciente diz que uma mulher é quem gravou as imagens e que, por não ter visto o vídeo, não havia denunciado o  médico antes. Com as imagens viralizando na internet, ela decidiu romper o silêncio e quer justiça. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.