in

Bolsonaro fala sobre doação de alimentos e remédios para venezuelanos

Fotomontagem: Bruno Avila / Veja
Publicidade

Todos sabem que a Venezuela é um país em crise. A ditadura estabelecida pelo governante Nicolás Maduro é algo repudiado por diversos governos, inclusive o brasileiro. O presidente Jair Messias Bolsonaro já afirmou que não reconhece Maduro como presidente da Venezuela.

No entanto, como já noticiado no 1news, o país vive em uma crise profunda, com diversas pessoas tentando se refugiar e tendo uma falta de alimento muito grande. Mesmo com repúdio ao governo de lá, Bolsonaro anunciou medidas que seu governo tomará para ajudar famílias que lá estão.

Publicidade

Tendo conhecimento da necessidade que muitas pessoas estão passando, Bolsonaro detalhou a ação humanitária que seu governo está fazendo. Uma força-tarefa brasileira está doando alimentos e remédios aos necessitados.

Ao final, Jair Bolsonaro mandou o recado para falar onde estarão os alimentos e medicamentos. A resposta é que estará a cargo do presidente encarregado, no caso o Juán Guaidó, reconhecido como presidente da Venezuela por Jair Bolsonaro, Donald Trump e outros governos de direita.

Publicidade

Bolsonaro vem aceitando refugiados da Venezuela no país e adota medidas para tentar salvar o país vizinho. Junto ao Donald Trump, o presidente do Brasil também apoia uma intervenção na Venezuela, com intenção de derrubar Maduro.

Publicidade

Contudo, os presidentes contrários a Maduro vem tomando uma medida de boicote e tentando tirar o poder do atual governante não reconhecido por diversos países. Com reconhecimento de Estados Unidos e Brasil, Juán Guaidó pode se tornar uma figura mais forte na Venezuela.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Bonucci revela uma grande diferença entre Ronaldo e os outros

Saiba qual é a opinião dos brasileiros sobre proposta de reforma da previdência