in

Palmeiras aceita vender Alejandro Guerra por valor pífio

Goal
Publicidade

O Palmeiras já recebeu diversas propostas de clubes brasileiros pelo meio-campista venezuelano, Alejandro Guerra. O estrangeiro era cobiçado por nove clubes brasileiros, porém todos queriam um empréstimo – e o Verdão não aceitou.

O meia de 33 anos, no entanto, será vendido pelo Alviverde. A diretoria palmeirense já definiu que aceita vender Alejandro Guerra por apenas R$ 10 milhões. Um valor muito abaixo do esperado.

Guerra já teve grandes atuações no Verdão e é um meio-campista que a torcida queria ver jogar mais, até porque a equipe sofre com a falta de um bom meia armador no time titular – pois Gustavo Scarpa não é armador de origem e Lucas Lima vem em uma má fase. Zé Rafael ainda não teve muitas oportunidades.

Publicidade

Entretanto, por conta do grande número de armadores no elenco que a diretoria palmeirense estabeleceu que queria vender o venezuelano. Portanto o Palmeiras somente aguarda uma proposta do valor esperado, pois é algo que gira em torno de pouco mais de 2 milhões de euros.

Publicidade

Com o real em baixa, pode ser uma boa oportunidade para que clubes do exterior venham comprar o atleta e saiam com uma barganha do Brasil. Guerra teve grandes atuações pelo Atlético Nacional, onde foi trunfo na conquista da Libertadores de 2016 e também era o principal jogador da Seleção Venezuelana, antes de se aposentar dela.

Hoje em dia, Guerra não é utilizado no Palmeiras e está fora do planejamento para esta temporada de 2019. O técnico Felipão não exigiu que a diretoria o inscrevesse nas competições e ele está oficialmente fora.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com