in

Ferraris e Lamborguinis falsificadas são apreendidas em São Paulo

UOL
Publicidade

Agentes do DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais) apreenderam réplicas de Lamborguinis e Ferraris nesta sexta-feira (15). As carcaças falsificadas dos veículos de luxo foram confiscadas e um espaço na Vila das Mercês, na zona sul de São Paulo.

A existência da fábrica clandestina chegou ao conhecimento da polícia através de uma denúncia feita pelo escritório que representa as marcas  Ferrari e Lamborguini no Brasil. Três pessoas suspeitas de participação na fabricação de ‘carrões falsos’ foram ouvidos, e negaram todas as acusações.

Os suspeitos prestaram esclarecimentos sem a presença de advogados e foram liberados após o depoimento. Porém a  polícia encontrou fotos dos carros adulterados nas redes sociais dos suspeitos, acompanhadas de propostas de venda. O valor cobrado pelas réplicas não foi divulgado.

Publicidade

Wagner Carrasco, delegado da 1ª delegacia antipirataria e responsável pelo caso, contou que a carcaças falsificadas eram fabricadas em uma empresa de design.  Depois de prontas as carcaças eram encaixadas por cima de carros comuns. Os veículos adulterados eram vendidos e alugados para o eventos temáticos. O nome da empresa responsável pelas falsificações não foi divulgado. 

Publicidade

Um inquérito foi instaurado e a Polícia Civil passará a apurar todo o material apreendido nas investigações. As falsificações se enquadram como crime contra o desenho industrial, infração prevista no artigo 187 da Lei de Propriedade Industrial. As penas variam de multa a reclusões, que variam entre 3 meses e 1 ano.