in

Vasco homenageia mortos do Flamengo e oposição do clube se revolta: ‘demagogia barata’

Divulgação Vasco da Gama
Publicidade

Vasco e Rezende se enfrentaram pela semifinal da Taça Guanabara, na quarta-feira (13), no Maracanã. Foi o primeiro jogo do Campeonato Carioca após a morte de 10 jogadores das categorias de base do Flamengo, depois de incêndio no Ninho do Urubu, ocorrido no dia 8.

Diante de tanta comoção, o Vasco tomou uma atitude inédita. A camisa cruzmaltina carregava uma bandeira do Flamengo. Nas redes sociais, enquanto alguns vascaínos diziam que a camisa havia ficado bonita, o conselheiro Roberto Monteiro se manifestou de forma contrária.

“Alexandre Campello (presidente do Vasco), na tentativa desesperada de atrair holofotes, conspurcou o que temos de mais sagrado: nossa camisa. Demagogia barata, que atenta contra as tradições vascaínas, fere o estatuto do clube e ajuda o grande responsável pela tragédia a assumir o papel de vítima”, comentou Monteiro, afirmando que o Flamengo é responsável pela morte dos garotos.

Publicidade

“Atitude de um clube gigante!!! Diferente de uns poucos pobres de espírito e caráter que não representam o verdadeiro vascaíno”, comentou um torcedor, contestando Monteiro. “Sou sócio e Achei sensacional a ideia e todos aqui em casa que são sócios também aprovavam … parem de mi mi mi e deixem o Vasco em paz”, escreveu outro torcedor.

Publicidade

Em campo, o Vasco não tomou conhecimento do adversário e venceu o Rezende sem grandes dificuldades. A equipe cruzmaltina define o título da Taça Guanabara contra o Fluminense, no domingo (17), no Maracanã. O campeão garante vaga na final do Campeonato Carioca.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br