in

Criminalização da homofobia leva famosos a fazerem discursos comovente ao STF

Montagem UOL

O Supremo Tribunal Federal começou a julgar hoje se a homofobia vai ser criminalizada ou não. Atualmente, ela não consta na atual legislação penal brasileira, ao contrário de outros vários tipos de preconceito que existem, seja por cor, raça, etnia e religião.

Por muito tempo essa é uma das principais reivindicações de militantes LGBT no país, o pedido para a criminalização da homofobia chegou ao supremo por meio de duas ações. Ambas foram movidas pela Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transgêneros e Intersexos (ABGLT) e, o Partido Popular Socialista (PPS), em 2012 e 2013, respectivamente.

A ação tem causado uma grande manifestação nas redes sociais, onde anônimos e famosos estão pedindo ao STF que criminalize a homofobia. Uma das que mais clamou para que o projeto seja aprovado foi Pabllo Vittar. Em sua rede social, ela escreveu: “É Crime Sim”.


Gloria Groove fez um post emocionante falando sobre o fato de uma vida de LGBT ser tirada a cada 19 horas. Anitta também foi outra que demonstrou seu apoio para aprovação da lei. “Acabei de acordar aqui em Miami e vi que o STF vai julgar a criminalização da LGBTIfobia”. Animada, a artista disse que estava torcendo para que tudo desse certo e o resultado fosse positivo. Para ela, a criminalização seria mais uma prova de que tudo está evoluindo.

Tatá Werneck, uma das humoristas mais amadas pelo público da atualidade opinou que aprovar a lei não é uma questão de opinião, mas sim fazer justiça. A todo momento, várias manifestações são postadas na internet. Por enquanto, o projeto segue em votação, mas o resultado poderá sair a qualquer momento.

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Funkeira posa de veterinária após dizer que “estudar não dá em nada”

Mãe encontra a ‘cura’ para as estrias e compartilha receita na rede social: “é incrível”