in

Telefonema de Bolsonaro a Mourão revela relação entre os dois: ‘Quer me matar?’, diz Jair

Reprodução / Pleno News

O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, ainda segue internado depois de ter passado por uma longa cirurgia para a retirada de uma bolsa de colostomia que o acompanhou por parte da corrida eleitoral e pelo primeiro mês de seu governo.

Recuperando-se no Hospital Israelita Albert Einstein, no estado de São Paulo, Bolsonaro apresentou uma piora em seu estado clínico ao ser detectado um princípio de pneumonia depois de serem analisados seus exames na semana passada.

Após ser tratado com antibióticos de largo espectro, o Presidente obteve melhoras significativas em sua saúde como apontam os boletins médicos mais recentes emitidos pelo hospital. A melhora confortou os principais membros aliados ao governo e os milhões de seguidores de Jair.

Nesta segunda (11), o vice-presidente, Antonio Hamilton Mourão, animado com as evoluções clínicas de Bolsonaro, revelou uma conversa bem humorada que teve com o Presidente por telefone nesse sábado(9):

No sábado eu estava lá no Rio de Janeiro, aí ele tinha me mandado uma mensagem e eu respondi para ele que eu estava indo para um churrasco da minha turma. Aí 30 segundos depois ele me liga: “quer me matar?” Eu perguntei: porquê? Ele respondeu: Eu nessa situação e você indo em churrasco!“, disse Mourão.

Era bastante divulgado, tanto na época das eleições do ano passado, quanto no início do atual governo, uma suposta relação de conflito entre esses governantes. Muito se dizia que, pelo fato de Jair ser um capitão de formação e Mourão, um general, hierarquicamente superior, poderiam gerar ruídos negativos na relação entre eles. Mas, pelo contrário, essa situação, pelo visto, não existe. 

Leia Também

Manchester vai apresentar proposta que deixa Messi tremendo

Allegri explica ausência de Dybala com Cristiano Ronaldo