in

Menina de 4 anos faz cartazes com desenho à mão para encontrar cão perdido

Reprodução / Arca / Arquivo Pessoal
Publicidade

O amor de uma criança pelos animais não tem limites. Em Boa Vista, capital de Roraima, uma menininha de apenas 4 anos, chamada Maria Luiza Sena, desenho um cartaz à mão para encontrar o cãozinho perdido. Belo, da raça poodle, fugiu de casa na manhã de quarta-feira (6), por volta das 07h30, quando o avô da garotinha saiu para trabalhar.

Publicidade

Ao saber que o animal que tanta ama tinha sumido, Maria Luiza tomou uma atitude. Desenhou os cartazes à mão. “Ela ficou triste e com dó ao mesmo tempo. Então, ficou fazendo desenhos do Belo quase a tarde inteira. Fez vários cartazes. Depois colocou tudo dentro de um saco, pôs a mochilinha nas costas e chamou o avô para pregá-los pelo bairro”, explica a avó.

Publicidade

O avô de Maria Luiza tentou convencê-la a substituir o desenho feito à mão por uma foto do cachorro no anúncio, mas ela preferiu e insistiu no desenho. Nas fotos, Belo estava peludo, mas recentemente havia sido tosado e estava com visual diferente.

Pouco tempo depois de saírem pelas ruas colando os cartazes com a neta, os avós receberam ligação informando que o animal havia sido localizado. Ele estava com uma mulher que o encontrou. Ela foi avisada de que o animal estava sendo procurado e entrou em contato com os donos.

Publicidade

O reencontro de Maria Luiza com Belo foi emocionante. “Primeiro ela ficou estática, em seguida sorriu muito com ar de muita felicidade em tê-lo de volta. O Belo por sua vez demonstrou muita alegria com movimentos circulares em volta da Maria Luiza e muitos latidos”, contou a avó.

A imagem de um dos cartazes foi compartilhada por uma página do Facebook e comoveu internautas. A postagem na página da Associação Roraimense de Cuidados Animais (Arca) já ultrapassou mil curtidas.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

‘Gritos de socorro e desespero’, relata jovem que sobreviveu ao incêndio no CT do Flamengo

Nova tragédia: incêndio mata pai e filho, a esposa correu gritando desesperada