in

Mourão passa por cima de Bolsonaro, se reúne com presidente de CUT e conversa é revelada

Reprodução / Câmara dos Deputados / PSL / CUT

O presidente Jair Bolsonaro não queria, mas o vice-presidente, general Hamilton Mourão, passou por cima de sua decisão e se reuniu com o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, no Palácio do Planalto, nesta quinta-feira (7).

“Entendo que o debate sobre necessários ajustes na legislação da Previdência deve ser discutidos no Congresso Nacional, a quem cabe encontrar, pelo diálogo representativo da vontade popular, as melhores soluções para o país. Foi o que disse ao presidente da Cut, Vagner Freitas”, escreveu Mourão em sua conta oficial no Twitter.

Nas redes sociais, o general vice-presidente foi bastante criticado por apoiadores de Bolsonaro. O presidente, que se recupera da retirada da bolsa de colostomia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, sempre deixou claro suas opiniões sobre CUT, MST e outras entidades que têm ligação histórica com o PT.

“O vice-presidente Hamilton Mourão recebeu o presidente da CUT, Vagner Freitas. Uma Central de “trabalhadores” que diz não reconhecer Jair Bolsonaro como presidente da República. A CUT é instrumento de massa de manobra e desvio de dinheiro do PT. São abutres”, escreveu uma internauta.

“General, é impressão minha ou você está saindo do nosso propósito e da ideia de Bolsonaro? Um país livre de todo o tipo de pragas”, questionou outro. Mourão foi escolhido vice-presidente na chapa de Bolsonaro depois da recusa de alguns nomes, como o da agora deputada estadual por São Paulo, Janaína Paschoal. Magno Malta também foi convidado, mas recusou.

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Após confirmação de morte, imagem da cadela Nala esperando volta de Emiliano Sala emociona

Deputado do PSOL zomba de Bolsonaro e gera revolta: ‘presidente está para morrer’