in

Bolsonaro é diagnosticado com pneumonia: entenda os efeitos desta doença no organismo

Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) segue internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde se recupera da retirada da bolsa de colostomia, que foi realizada no dia 28 de janeiro. Nesta quinta-feira (7), o boletim médico informou que o presidente está com pneumonia.

Publicidade

“(Bolsonaro) Apresentou, ontem à noite, episódio isolado de febre sem outros sintomas associados, foi submetido à tomografia de tórax e abdome que evidenciou boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia”, diz o boletim médico.

Publicidade

“Foi realizado um ajuste na antibióticoterapia e mantidos os demais tratamentos. Continua sem dor, com sonda nasogástrica, dreno no abdome e recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral. Hoje, realizou exercícios respiratórios e caminhou no corredor”, completa.

O boletim médico foi assinado pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo e o clínico e cardiologista Leandro Echenique. Além do diretor e superintendente do Hospital Albert Einstein, Miguel Cendoroglo.

Publicidade

A pneumonia é uma infecção no pulmão, que pode ser causada por vírus, bactérias ou fungos. Este problema impede a troca correta de gases no pulmão. O paciente com pneumonia pode ficar com falta de ar, febre, expectoração. A letalidade da doença é de 5% e, normalmente, o paciente fica internado para se tratar.

Como Bolsonaro está internado, seguirá realizando tratamento com antibiótico, que mata as bactérias presentes no pulmão. Pacientes com pneumonia não podem realizar cirurgias, por conta da infecção.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Magno Malta reaparece e se revolta com ‘esquerdopatas’ que desejam a morte de Bolsonaro

Médicos revelam verdade cruel sobre doença de Bolsonaro e descartam morte