in

Governador do Rio faz revelação chocante após tempestade atingir o estado; confira

Divulgação / Abril.
Publicidade

Uma forte tempestade atingiu a região metropolitana do Rio e municípios adjacentes no final desta quarta-feira (06), estendendo pela madrugada de hoje (07). Até agora, foi levantada a confirmação de 5 mortes, com possibilidade de aumento desse número de vítimas fatais.

Dezenas de vídeos e fotos foram postados nas redes sociais, mostrando os estragos trazidos durante e depois da tempestade: ruas e casas inundadas, árvores tombadas, pessoas e carros sendo levados pela correnteza, tudo isso mostrando a violência do temporal recebido pelos cariocas.

Nessa quinta-feira (07), o Governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), sobrevoou grande parte da área devastada pela chuva e pelos fortes ventos e comentou: “Sobrevoei a área e pude constatar, de Guaratiba até o início da Niemeyer, é que toda encosta tem uma ocupação desordenada. Isso é fruto do abandono da organização urbanística das cidades, especialmente da cidade do Rio. Se fechou os olhos para ocupação desordenada e o resultado, infelizmente, são essas tragédias que estamos assistindo“.

Publicidade

Além disso, o Governador citou um dado, no mínimo, alarmante: existem cerca de 80 mil famílias cariocas em situação de risco. Witzel afirmou que essa situação crítica se deve, principalmente, às gestões anteriores, e que a população sofreu décadas de abandono por parte do governo estadual.

Publicidade

A calamidade pública instaurada está diretamente ligada à expansão de construções irregulares espalhadas por grande parte de estado, muitas delas em locais de alto risco à segurança. Dessa forma, diversas sirenes espalhadas pela cidade podem ser acionadas a qualquer momento para alertar a população em locais de iminente perigo.

O Rio segue em estado de emergência desde ontem, e a Defesa Civil está de prontidão em caso de piora da condição do tempo. E, em respeito às vítimas da tragédia, o Prefeito do Rio, Marcelo Crivella, decretou três dias de luto.

Publicidade