in

Camarim de Wagner Montes é esvaziado e funcionários da Record TV caem no choro

Instagram Wagner Montes
Publicidade

O jornalista e político Wagner Montes, morto no último dia 26 de janeiro, após ficar internado para se tratar de uma infecção urinária, era uma pessoa bastante querida pelos familiares e também pelos colegas de televisão. 

Desde que morreu, Wagner Montes recebeu diversas homenagens que comprovam que o jornalista de 64 anos era bem visto por muita gente. As homenagens mais emocionantes partiram da esposa, Sônia Lima, e dos filhos.

Na última sexta-feira (1), os pertences de Wagner Montes foram retirados do camarim que ele tinha nos estúdios da Record, no Rio de Janeiro. Segundo o colunista Flávio Ricco, do UOL, o momento foi marcado por muita emoção.

Publicidade

O dia foi difícil para todo o pessoal do jornalismo da Record Rio, que trabalhavam diariamente ao lado do apresentador. A comoção foi geral e todos os pertences de Wagner foram retirados do local.

Publicidade
Publicidade

O camarim que servia a ele agora está totalmente vazio e ficará fechado até segunda ordem. Normalmente, os profissionais que dispõem de camarim são os que tem mais prestígio nas emissoras.

Wagner estava na Record desde 2003. Por lá, apresentou programas como Verdade do Povo, Cidade Alerta Rio, RJ no Ar, e Balanço Geral. Sob o seu comando, o Balanço Geral colocou a Record na liderança do horário do almoço e passou a preocupar a Rede Globo.

Paralelo à TV, Wagner Montes foi eleito deputado estadual pelo Rio de Janeiro três vezes seguidas: 2006, 2010 e 2014. No ano passado, conseguiu se eleger deputado federal pelo estado, mas nem chegou a assumir o cargo.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br