in

Governo Bolsonaro intervém e suspende programa de sucesso depois de anos em exibição

Gazeta do Povo
Publicidade

Após a intervenção do presidente Jair Bolsonaro, o programa Sem Censura exibido na TV Brasil foi suspenso depois de anos de exibição. O canal faz parte do grupo EBC (Empresa Brasil de Comunicação), que será reestruturada. Todos esses ajustes incluirão cortes.

Publicidade

De acordo com as informações passadas pela equipe da Folha Ilustrada nesta terça-feira (29), no jornal Folha de São Paulo, a equipe já havia sido avisada sobre o cancelamento das edições do programa que iam ao ar ao vivo pelo canal. Atualmente, a atração era comandada pela jornalista Vera Barroso.

Publicidade

A assessoria da emissora foi procurada pelo canal para dar maiores detalhes sobre o cancelamento. O canal informou que a decisão foi tomada para que depois de um processo de reavaliação, possa retornar junto com a nova grade de programação. A EBC informou que vai manter as edições gravadas, mas a continuação da atração no canal é incerta.

O governo já havia divulgado, que pretende fazer a fusão da TV Brasil com o canal da NBR (Agência Oficial do Governo), que vem sendo criticada veementemente pelos defensores da comunicação pública. Até um anúncio para cortar os cargos comissionados na TV Brasil foi feito.

Publicidade

Em sua campanha eleitoral no ano passado, Bolsonaro chegou a falar sobre o canal de TV, que por ele foi batizado de TV do Lula. Na época, ele prometeu que acabaria de vez com a emissora ou a privatizaria.

A TV Brasil foi criada durante o governo do ex-presidente no ano de 2007. Caso isso aconteça, os servidores da EBC serão transferidos para o Ministério da Economia, segundo informações do colunista Lauro Jardim.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Funcionária que servia café a executivos da Vale diz que ‘todos sabiam que a barragem desabaria’

Absurdo! Casas de vítimas são saqueadas em meio à tragédia de Brumadinho