in

Jornalista da Globo gera revolta em Brumadinho: ‘péssima e desrespeitosa’

Globo

Televisão ao vivo é coisa para poucas pessoas e o caso Brumadinho mostra que as coberturas jornalísticas ao vivo precisam de muito cuidado para serem feitas, já que a vida de pessoas foram perdidas e isso é mais importante que qualquer matéria para telejornal.

E a repórter Isabela Scalabrini, nome respeitado da Globo aparentou, segundo internautas,  ter esquecido que é necessário um pouco de empatia, já que fez várias reportagens onde nem pedia permissão dos parentes das vítimas para falar sobre o desaparecimento.

Publicidade

Durante o Jornal Hoje (Globo) e o Edição das 15h (Globo News), a jornalista esteve ao vivo e recebeu inúmeras críticas negativas dos internautas e espectadores, principalmente por não demonstrar preocupação com o psicológico dos entrevistados.

Aos 61 anos, a jornalista já participou de coberturas importantíssimas, como os Pan-Americanos em 1983, Olimpíadas de 84 e 88, além da Copa do Mundo em 1986. Ela está trabalhando na Globo Minas desde 1988 e apresenta o jornal local.

Publicidade

As reportagens podem ser vistas abaixo:

Os internautas não perdoaram e fizeram duras críticas:

A Globo já vinha sendo criticada por não ter dado a devida atenção ao caso e a jornalista estaria acentuando a crise do canal carioca. 

Entre comentários, muita gente questionou onde teria parado a qualidade de jornalismo da emissora que já foi chamada de Vênus Platinada.

Um outro caso recente colocou a Globo em cheque: a atriz Bruna Marquezine foi criticada nas redes sociais por questionar as finanças da Família Bolsonaro. Muita gente questionou o motivo do silêncio dela em relação ao envolvimento de Neymar com lavagem de dinheiro.

Publicidade

Leia Também

Escrito por I Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.

Silvio Santos toma atitude comovente ao saber da morte de grande amigo

Mercado da Bola: Palmeiras poder perder jogador fundamental para os chineses