Ônibus da Vale é encontrado soterrado na lama cheio de passageiros

Leia também

Estes são os 8 segredinhos para ter o seu bebê dormindo a noite toda

Aprenda algumas dicas importantes que vão ajudar os bebês a terem uma noite de sono tranquila.

Os 5 sinais assustadores de que o fim do mundo pode estar próximo

Os dados científicos e religiosos que apontam a proximidade do fim do mundo.

O pão italiano na panela veio para provar que tudo feito em casa é mais gostoso

A principal diferença é que ele tem uma casca mais dura, isso é devido a utilização do iogurte na massa.

Esse bife à parmegiana é tão gostoso e pode ser servido em qualquer ocasião especial

Esse nome se deve ao queijo utilizado em sua preparação, o queijo parmesão italiano cheio de sabor.
Henrique
Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.
Publicidade

O Corpo de Bombeiros do estado de Minas Gerais acaba de informar que, na manhã deste sábado (26), durante os trabalhos de resgate, um ônibus que transportava funcionários da empresa Vale foi localizado, na barragem da Mina Córrego do Feijão, localizada em Brumadinho, local da tragédia.

O porta-voz da corporação preferiu não informar a quantidade de pessoas que estavam no interior do veículo, mas disse que, infelizmente, todos estavam sem vida. O ônibus foi encontrado soterrado no meio do lamaçal.

Publicidade
Publicidade

Médica do trabalho está entre os mortos

Preliminarmente, a corporação havia informado a existência de nove corpos localizados. A primeira das vítimas fatais confirmada, na manhã deste sábado, é uma das funcionárias da Vale. Trata-se de Marcelle Porto Cangussu, médica do trabalho.

Publicidade

A própria irmã de Marcelle, Juliane Porto, foi quem confirmou a trágica notícia. A informação foi por ela passada via telefone, e a mulher estava muito abalada, chorando, e não quis dar entrevistas.

Publicidade

Marcelle formou-se em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, localizada na capital Belo Horizonte, e desde o ano de 2015 exercia o posto de médica do trabalho na Vale.

Relatório mostra outras barragens em estado de risco

A Agência Nacional de Águas divulgou em 2018 um relatório que mostra a existência de ao menos 45 barragens espalhadas pelo país, com algum risco de acidente.

Os estados em alerta maior são a Bahia, com dez barragens nessas situações de risco, e Minas Gerais, palco das recentes tragédias em Miraí, no ano de 2007, Mariana, em 2015 e agora, Brumadinho. O estado possui cinco barragens com algum grau de preocupação.