in

Mães são presas por deixar filha de dois anos morrer de fome

Divulgação/MSN

No mundo, diferentes casos mostram a situação dramática que vivem várias pessoas. Um exemplo disso aconteceu no Reino Unido, o que provocou a indignação de muitas pessoas, porque um caso de negligência causou a morte de uma linda garotinha.

Um casal formado por Margaret Wade, de 38 anos, e Marie Sweeney, de 37 anos, foram responsabilizadas por deixarem sua filha, identificada como Lauren Wade, de 2 anos, morrer de fome. O casal também está sendo acusado de negligência em criar seus outros filhos.

Foi em março de 2015, quando as mulheres ligaram para os números de emergência, já que o bebê de cinco meses de idade estava inconsciente. À chegada, um funcionário do Reino Unido descobriu com horror que o pequeno viveu em ‘um dos ambientes mais desagradáveis que tinha visto’. Conforme seu relato, a sala estava cheia de lixo, roupas e louça suja, restos de comida e pulgas.

Parecia que eles só tinham alimentado as três crianças com macarrão instantâneo porque era a única coisa nos sacos de lixo“, disse o serviço de emergência.

A criança teve uma desnutrição severa, e a equipe médica relatou que ela estava bem abaixo do seu peso, suja e cheirando mal. Sua fralda estava encharcada de detritos e ele tinha piolhos em sua cabeça, as enfermeiras disseram que pareciam ter vivido ‘sugando o sangue’ por cerca de dezessete meses.

Lamentavelmente, o menor perdeu a vida, porque nada poderia ser feito para salvá-la, então as autoridades iniciaram o julgamento contra as mulheres, culpando-as pelas terríveis condições em que tinham as crianças.

Margaret Wade disse que era inocente, mas Mari Sweeney assumiu seu erro. No entanto, ambas foram condenadas pela Justiça do Reino Unido a três anos de cadeia pela morte de Lauren Wade e outros três anos por negligência as outras crianças.

Leia Também

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional, e nas horas vagas trabalho como freelancer.

Next post

Mayra e Arthur Aguiar sofrem assalto, bandidos tentam levar Sofia e pior quase acontece

Corinthians aceita negociar Romero com rival