in

Guerra entre Globo e CNN Brasil é provável?

Reprodução/TV Globo/CNN
Publicidade

A semana começou com uma notícia que agradou grande parte da população e jornalistas, sobre a chegada do canal de notícias estadunidense, CNN, ao Brasil. A emissora será comandada por Douglas Tavolaro, ex-executivo da RecordTV, que saiu do canal para dar prosseguimento ao projeto.

Publicidade

É esperado que o canal entre no ar no segundo semestre de 2019. Desde que foi feito o anuncio, jornalistas formados e estudantes da área, buscando estágio, vem se questionando sobre o rumo que a novidade pode trazer. Serão mais de 400 vagas ofertadas pelo canal, que instalará repórteres inicialmente nas principais regiões do país, tendo a base em São Paulo.

Publicidade

Também está sendo bem comentado o que isso vai trazer ao país futuramente, já que vai mexer na política, mídia e linha editorial. É questionável quais atitudes estão sendo tomadas pela família Marinho, dona da Globo, para uma possível briga com a CNN, já que o canal norte-americano tem uma força mundial.

A briga da CNN seria direta com a Globo News. Chegando agora, a emissora foi licenciada para atuar em canal fechado, assim como já é o canal de notícias do Grupo Globo. Mesmo sendo mistério a linha editorial que será seguido, uma briga entre as duas é provável.

Publicidade

A CNN é odiada por Donald Trump e mantém em sua linha nos Estados Unidos, críticas ao governo do presidente americano. Se o canal seguir o mesmo aqui no Brasil, com uma posição em que fale sobre o presidente Jair Bolsonaro, isso pode gerar uma movimentação do governo ao canal, no quesito que fale bem ou mal.

Este é um artigo de opinião, formada pelo redator do 1News Brasil, Thiago Santana, onde é apontado uma possível guerra entre a Globo e a CNN Brasil. Os comentários aqui escritos não têm ligação com o pensamento do portal.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Thiago Santana

É redator do Grupo i7 Network, estudante de jornalismo e chocolatra.