in

Palmeiras não vende Dudu, mas perde Willian e busca substituto

VAVEL

O Palmeiras vem sendo ativo nesta janela de transferências, porém muito cauteloso. Mesmo com cinco contratações anunciadas para a temporada de 2019, o grande objetivo vem sendo segurar os atletas que já estão no elenco.

O time campeão brasileiro não deve ter nenhuma grande baixa; por esse motivo, o Verdão busca encontrar as melhores peças para completar o elenco. O Palmeiras se apresentou para a temporada de 2019, com 37 atletas. Porém, algumas peças na equipe ainda não foram definidas.

Dudu ainda não resolveu seu futuro, dificultando a situação da equipe alviverde, que poderá iniciar a temporada sem a peça mais importante do elenco. O atacante de 27 anos espera por uma proposta para estudar as possibilidades de sua saída.

Outra peça importante indefinida no Palmeiras, é a de Willian, que ficará fora dos gramados de seis a nove meses. Porém, equipe busca nos testes de pré-temporada conseguir definir o substituto do atacante Willian. Para a posição de ponta direita, o elenco tem como candidatos nomes como Gustavo Scarpa, Érik, Felipe Pires, Carlos Eduardo e até Zé Rafael, que também já atuou no setor.

A posição de ponta foi a maior demanda de Felipão para a diretoria nesta janela de transferências. Por isso, o clube se esforçou em procurar no mercado opções para o setor. O Palmeiras investiu cerca de R$ 25 milhões em Carlos Eduardo, acertou com o Hoffenheim o empréstimo de Felipe Pires e contou com o retorno de Érik, que estava no Botafogo na última temporada.

Os testes servirão também para definir a inscrição no Campeonato Paulista. São permitidos somente 26 nomes, enquanto o elenco conta agora com 36.

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Next post

Vem bebê por aí! Novo membro na família de Zezé di Camargo é anunciado e agita web

Após Arrascaeta, Flamengo pode tirar outro craque do Cruzeiro