in

Estádio e mais R$ 3 bilhões: Flamengo costura detalhes para anunciar patrocínio da China

Segundo o jornalista Jorge Nicola, do Yahoo Esportes, o Flamengo negocia com uma empresa gigante que pode enriquecer o clube.

Trata-se da Alibaba, empresa sediada em Hangzhou, na China, cujos negócios são baseados em e-commerce (pela internet), incluindo sites de business-to-business, vendas em varejo, pagamentos online, motor de busca para compras e serviços de computação na nuvem.

Ainda de acordo com o jornalista, duas fontes teriam confirmado as tratativas do Flamengo com o grupo chinês. Segundo as fontes, o atual presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, e o CEO do Rubro Negro, Reinaldo Belotti, já se reuniram algumas vezes para discutir os detalhes do contrato astronômico.

E, inclusive, uma das fontes revelou ao jornalista os valores do contrato. O valor total seria de R$ 4, 5 bilhões. Deste montante, R$ 1, 5 bilhão seria utilizado para a construção da Arena Alibaba, com capacidade para R$ 60 mil pessoas.

O estádio apenas levaria o nome da empresa, mas o Flamengo teria 100% de autonomia e lucro nas arrecadações com bilheteria e etc. Já os R$ 3 bilhões, seriam diluídos durante os próximos 10 anos. Ou seja, o Mais Querido faturaria R$ 300 milhões por ano, cerca de R$ 25 milhões mensais, o triplo que a Crefisa banca ao Palmeiras atualmente. 

A Alibaba pretende investir no Flamengo, pois quer se fortalecer ainda mais no mercado sul-americano. A explicação seria que patrocinar a Nação Rubro Negra seria uma forma de impulsionar a empresa no continente, já que se trata da maior torcida do Brasil e uma das maiores do mundo,

Leia Também

Escrito por Ataídes Milani Junior

Redator da 1News Brasil

Next post

Saulo Poncio posta foto de pais pastores sem roupa e se dá mal

Palmeiras atravessa negociações por craque e pode dar chapéu histórico no Flamengo