in

Bandido ameaça Bolsonaro durante ataque no Ceará, e presidente dá resposta épica; confira

Twitter de Tenente Holando | Twitter de Jair Bolsonaro | Foto de Jair Bolsonaro: Eraldo Peres (AP)

Um vídeo, compartilhado por Jair Bolsonaro no Twitter, mostra o momento em que criminosos incendeiam um posto de combustível. Enquanto o fogo consumia o estabelecimento, a voz de um homem ao fundo afirma que, caso Bolsonaro continuasse “oprimindo os irmãos“, “o fogo vai pegar na Caucaia“, em alusão a cidade localizada na região metropolitana da capital Fortaleza.

Após a divulgação do vídeo, o presidente defendeu mais uma vez algumas mudanças nas leis, na intenção de dar retaguarda jurídica aos agentes de segurança. Muito foi falado ao longo de sua campanha sobre o chamado ‘excludente de ilicitude’, o qual evita as punições aos policiais que se envolvem em confrontos contra criminosos.

Veja a seguir o vídeo em que criminosos fazem ameaças ao presidente:

O presidente classificou como sendo urgente a mudança na legislação, e deixou bem claro que não estava fazendo a postagem por ter tido o nome mencionado por um “marginal“, mas sim para deixar bem claro à população de que lado os três poderes estão.

Veja a publicação do presidente sobre o episódio:

Jair Bolsonaro afirmou que combater esses criminosos é relativamente simples, mas que as ações exigem esforços mútuos do Executivo, Legislativo e Judiciário, a fim de que haja – de fato – a promoção da segurança da população.

Ele defendeu mecanismos que permitam, ainda, as efetivas respostas por parte dos agentes de segurança, para um seguidor que defendeu respaldo jurídico para tais agente públicos, o qual afirmava ser necessária uma drástica atitude, com ações ostensivas no sentido de eliminar os criminosos que atormentam a sociedade.

Leia Também

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Palmeiras prepara a saída de oito jogadores para desinchar o elenco; veja quem são

Ator da Globo será processado pelo Hospital Albert Einstein depois de acusação polêmica