in

Vingança de Bolsonaro contra a Globo promete ser dura, histórica e sem precedentes

Foto/Montagem: Veja/Globo/Fernando

Bolsonaro nunca demonstrou qualquer simpatia quando o assunto é a Rede Globo de televisão. O principal canal do país passa por mudanças e, a depender dos projetos do presidente do Brasil, o império da família Marinho vai começar a desmoronar. 

Bolsonaro já havia avisado que ia mudar a forma como a verba publicitária é distribuída.  Hoje a Globo recebe cerca de 50% de toda a fatia do mercado publicitário, ainda que não detenha mais 50% de toda a audiência dos veículos de comunicação. 

Mas essa não será a única medida contra a Globo. Outro projeto de lei de Bolsonaro promete minar de vez os sonhos do principal canal do Brasil. 

A ideia da turma de Bolsonaro é proibir o chamado “instrumento de negociação comercial”. A prática consiste em dar “bonificação por volume”. As agências que fazem os comerciais de grandes empresas, que indicam a TV Globo para exibir essas propagandas, no final, ganham da própria Globo uma espécie de “bônus”. Com isso, sempre grandes anunciantes estão na Globo.

Atualmente, a Globo recebe 70% de toda a verba publicitária do país, superando até a divisão da verba de publicidade governamental. Acredita-se que essa prática de bonificação é o que explique o fato da Globo manter sua hegemonia, mesmo cair em decadência de audiência nos últimos anos.

Na última década, enquanto Record e SBT até cresceram em alguns horários do Ibope, a Globo só caiu. Hoje seus produtos principais, como a novela das nove, tem dificuldade de chegar aos 30 pontos de audiência na grande São Paulo. Basta saber se essa ideia de Bolsonaro vai derrubar de vez o  Ibope do canal. 

Leia Também

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Veja põe Bolsonaro na capa e Aguinaldo Silva se revolta; entenda

Atriz recebe triste notícia e ‘abandona’ gravações de O Sétimo Guardião