in

Veja põe Bolsonaro na capa e Aguinaldo Silva se revolta; entenda

Instagram/Palácio do Planalto/Veja - Montagem: Thiago Santana

A edição desta semana da revista Veja, nas bancas hoje, 11 de janeiro, está dando o que falar. Além de uma entrevista com a jornalista Izabella Camargo falando sobre a síndrome de burneout, sua depressão e a inserção como comunicadora no governo Bolsonaro, a revista trouxe uma capa que irritou o novelista Aguinaldo Silva.

O fato é que a capa da revista veio com uma arte com poucos aspectos, como por exemplo, um fundo branco. Centralizado, colocaram uma foto-montagem do presidente Jair Bolsonaro e com pouco texto, tendo apenas o nome da revista, chamada e sub-chamada com letras em cor preta.

A situação revoltou o autor de novelas da TV Globo, que correu para o Twitter para fazer críticas a recente edição da revista

“Quando até a revista veja me aparece com uma foto-montagem na capa (desta semana) é porque já não resta a menor dúvida. O bom senso é coisa do passado, já morreu e foi enterrado!”, disparou Aguinaldo.

Aguinaldo Silva ironiza polêmica de ministra Damares com cena de sua novela

Ontem, 10 de janeiro, após defender a ministra Damares Alves – que teve seu nome em polêmica ao dizer que “homens vestem azul e meninas vestem rosa” – o autor de O Sétimo Guardião aproveitou uma cena da novela para ironizar a fala da ministra.

“Meninas vestem azul… E homens vestem calcinhas cor-de-rosa”, disse ele em legenda de uma foto reprodução em que o delegado Machado aparece com uma calcinha rosa ao lado da mulher na trama.
A ação cômica de Aguinaldo rendeu risos aos seguidores que viram o post.  

Leia Também

Escrito por Thiago Santana

É redator do Grupo i7 Network, estudante de jornalismo e chocolatra.

Bruna Surfistinha é acusada de dar golpe em suposto cliente e verdade vem à tona

Vingança de Bolsonaro contra a Globo promete ser dura, histórica e sem precedentes