in

Famoso maquiador gay comemora saída das diretrizes LGBT dos Direitos Humanos

Reprodução: Instagram/Agustin Fernandez

O maquiador gay Agustin Fernandez nasceu no Uruguai, mas vive no Brasil há oito anos. Por aqui, ele é bastante conhecido nas redes sociais e passou a aparecer ainda mais depois que se posicionou politicamente a favor do presidente Jair Bolsonaro.

Durante a campanha, ele visitou Bolsonaro, no Rio de Janeiro, e postou foto ao lado do então candidato à Presidência da República em suas redes sociais. À época, Bolsonaro se recuperava da facada que levou em Juiz de Fora e recebia seus apoiadores em sua casa. Pelo apoio, Agustin comprou briga com boa parte da comunidade LGBT.

Nestes primeiros dias de governo Bolsonaro, uma decisão causou polêmica: a saída das diretrizes LGBT dos Direitos Humanos. Muita gente criticou a posição do governo. Agustin não. O maquiador explicou aos seus seguidores, segundo seu ponto de vista, o que isso vai significar, de fato.

“Bolsonaro tirou as diretrizes LGBT dos Direitos Humanos. Agora seremos vistos de igual a igual e quem cuidará de nós é a Secretaria da Família, da Juventude, da Pessoa Idosa ou, dependendo, a Secretaria Nacional de Proteção Global”, escreveu ele.



Ele diz que a comunidade LGBT não perdeu direitos e, sim, foram incluídos. “Se você é LGBT e não se encaixa em Família, Jovem ou Idoso o problema não é do Bolsonaro, o problema é seu”, ironizou Agustin.

Ele continua debochando e afirma que tem gente que quer receber pensão e usar vaga de deficiente por ser homossexual. Na publicação, ele recebeu elogios de alguns internautas e crítica de outros.

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br