in

Damares Alves é humilhada ao usar azul em shopping: ‘é menino ou menina?’; veja o vídeo

Imagem: Reprodução/Instagram
Publicidade

A polêmica da roupa rosa e azul provocada pela nova ministra do governo do presidente Jair Messias Bolsonaro (PSL), a pastora Damares Alves, ainda repercute nas redes sociais e na imprensa tradicional, como as televisões e jornais impressos. Contudo, na manhã desta sexta-feira (4/01), a ministra não esperava ser surpreendida pela população revoltada, que a abordou de maneira grosseira nas ruas.

Publicidade

Damares Alves decidiu comprar roupas em um shopping em Brasília, cidade em que passará a morar nos próximos quatro anos do governo de Bolsonaro. Vestindo uma blusa azul, o vendedor questionou para a autoridade se ela é “menina ou menino”. Irritada, Damares se retirou da loja sob protestos de estar sendo constrangida pelo vendedor.

Publicidade

A situação foi toda gravada pelo vendedor do Brasília Shopping, Thiego Amori, e publicado nas redes sociais. O vídeo viralizou nas redes e já conta com milhões de visualizações.

Rosa versus Azul?

A ministra do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos provocou polêmica ontem (3/01) ao assumir a pasta dada a ela por Bolsonaro. Em uma reunião com outras autoridades novas do Governo Federal, Damares bradou duas vezes em bom e alto som “menino veste azul, menina veste rosa“, sendo aplaudida por seus colegas. O vídeo caiu na internet e deixou muitas pessoas revoltadas.

Publicidade

Assista abaixo o vídeo completo:

Ao longo do dia, famosos se manifestaram contra a fala da ministra Damares e a chamaram de preconceituosa. Na televisão, programas levaram o assunto à pauta do dia e apresentadores debocharam da ministra usando roupas que supostamente não foram designadas para o seu gênero.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Tô passado News

Assuntos chocantes, novidades da televisão e famosos e política: tudo você encontro aqui.

Pai de jogador que esteve na Copa do Mundo desmaia durante partida de tênis e morre

Negociação sofre complicação, e Ricardo Goulart pode acabar parando em rival do Palmeiras