in

Sabrina Sato tem casa invadida por bandidos e polícia é chamada

F5
Publicidade

A apresentadora Sabrina Sato não teve muito tempo para comemorar a chega de sua filha, Zoe. Isso porque, ela passou por um susto logo no começo do ano, ao ter um de seus imóveis assaltado.

Publicidade

As informações da tragédia que assolou a apresentadora logo no início do ano foram divulgadas pelo colunista Flávio Ricco, que escreve uma coluna diária no portal UOL. 

Publicidade

A apresentadora, que acabou de ter o seu contrato com a Record TV renovado, tinha tudo para entrar o ano na mais completa e absoluta paz, porém, o ano de 2019 já começou trazendo algumas complicações na vida da japa. Conforme a nota publicada pelo colunista, uma das residências que Sabina tem foi assaltada. 

O colunista não entrou em detalhes em torno do assunto, mas a polícia já foi acionada e segue trabalhando no caso para desvendar o assalto ocorrido. Por enquanto não há informações do que foi levado e de quanto será o prejuízo da japa. 

Publicidade


Sabrina Sato renova vinculo com a Record TV por mais três anos 

Mesmo em meio a uma trágica notícia, o ano de 2019 será de muito trabalho para a apresentadora. Por enquanto ela continuará à frente de sua atração, que comanda na emissora paulista desde 2014, quando migrou para emissora do bispo e abandonou sua antiga trupe do Programa Pânico, que até então era exibida na Band. 

Segundo a colunista Cristina Padiglione, do jornal Agora São Paulo, um dos principais motivos que levou a emissora a renovar o vínculo com a apresentadora por mais três anos, é o lucro que ela gera aos cofres do canal da Barra Funda. Mesmo tendo uma baixa audiência com seu programa, sua imagem tem um forte apelo comercial.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Acabou o caô! Bolsonaro desdenha Globo e dá privilégio inédito a Silvio Santos

URGENTE: PT prepara decreto para aumentar salário mínimo de Bolsonaro; veja o valor pedido