in

Jair Bolsonaro repercute no mundo, e é chamado de ‘Trump Tropical’; veja só

Sergio Moraes/Reuters
Publicidade

Após a cerimônia de posse do presidente Jair Bolsonaro, a imprensa mundial segue repercutindo a respeito do novo governo, e muito tem sido dito sobre o seu primeiro discurso enquanto chefe máximo do Executivo Nacional.

O Wall Street Journal classificou Bolsonaro como sendo um violento capitão da reserva, e citou que ele ainda encontra-se em recuperação de um ataque por faca que poderia ter-lhe tirado a vida. A publicação atentou-se ao fato de que o novo líder deverá fazer uma disputa contra o tempo, afim de honrar duas promessas feitas, em áreas primordiais: economia e segurança pública, pautas que foram bastante repercutidas durante toda a campanha do Presidente.

O jornal também citou as pautas um pouco mais controversas, como a Reforma da Previdência. O destaque da publicação foi o tom mais moderado que Bolsonaro vem tomando desde Outubro, declarando máximo respeito à Constituição Federal.

Publicidade

A agência de notícias Associated Press, por sua vez, fez menção ao contato entre o presidente brasileiro e o americano Donald Trump, na tarde deste dia primeiro de janeiro, por intermédio de suas contas oficiais no Twitter.

Publicidade

A agência classificou Bolsonaro como sendo um capitão da reserva, que tem se posicionado como sendo de extrema direita, além de ter expressado rotineiramente uma grande admiração pelo presidente dos Estados Unidos, sinalizando seguir de forma bastante incisiva o seu modelo de governo.

A matéria da agência foi compartilhada por outros grandes veículos de comunicação internacionais, tais como o Washington Post e a NBC News.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.