in

Luto eterno: cantor morre após sofrer parada cardiorrespiratória

Divulgação/Pinterest
Publicidade

O popular cantor de bolero catalão Ramon Calabuch Bastida morreu no Hospital de Mataró (Barcelona), de acordo com informações divulgadas pela família. O cantor, de 78 anos, estava internado no hospital desde o último dia 25, após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Conhecido como “El Rey del Bolero” ou “El Gitano del Bolero”, ele era um dos artistas mais estimados deste gênero, tanto na Espanha como na América Latina, especificamente em Cuba.  Logo que percebeu sua vocação pelo bolero, Bastida, ao longo de sua vida, se dedicou a ponto de se tornar um dos maiores expoentes do mundo.

Sua primeira oferta de trabalho oficial surgiu aos 16 anos, quando o grupo Ramón Evaristo e Orquesta Antillana o convidaram para cantar com eles em festas no distrito de Gracia, em Ciudad Condal, onde ele havia sido criado.

Publicidade

Durante a carreira ele gravou nada menos que trinta álbuns. O último, que chegou em 2017, intitulado “My Dear Boleros”, foi gravado antes de perder uma corda vocal devido a um problema de saúde. Após o lançamento do último álbum, ele anunciou a sua aposentadoria dos palcos, embora, ocasionalmente, voltasse para cantar nos shows de alguns amigos. Nos últimos meses, o intérprete sofreu várias condições até que, finalmente, na última semana deu o seu último adeus.

Publicidade
Publicidade

Sua morte ocorre dias antes do concerto em homenagem que vários artistas planejavam oferecer a ele, no dia 14 de janeiro, no Auditori de Barcelona. A organização está agora estudando um tributo póstumo, e é por isso que diz que, por enquanto, a gala ainda está de pé. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Francisco Nunes

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional.