in

Político famoso é assassinado por ex-assessor no meio da rua no Espírito Santo

Reprodução / Tonico Alves
Publicidade

O ex-governador e ex-senador pelo estado do Espírito Santo, Gerson Camata, 77, foi assassinado na tarde desta quarta-feira (26), na Praia do Canto, em Vitória, capital do estado. O assassinato aconteceu em frente a um restaurante próximo à esquina das ruas Joaquim Lyrio e Chapot Presvot.

As informações da Polícia Militar do Espírito Santo são de que o ex-governador foi alvejado por disparos de arma de fogo.

De acordo com o sobrinho do político, o policial rodoviário federal, Edmar Camata, seu tio foi, aparentemente, vítima de uma execução. Isto significa que quem atirou nele não pretendia roubá-lo ou nada do tipo. Os tiros foram para matar o ex-governador.

Publicidade

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas Camata não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito. O suspeito pelo crime foi preso e, de acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública, prestava depoimento ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Marcos Vinicius Andrade, autor do disparo, era ex-assessor de Camata.

Publicidade
Publicidade

Atual governador do Espírito Santo, Renato Casagrande emitiu nota lamentando o ocorrido e chamou o assassinato de brutal. A nota diz ainda que Camata colaborou para o desenvolvimento do Espírito Santo. Ele foi governador do estado entre 1983 e 1986. Entre 2003 e 2011, cumpriu um mandato como senador da República.

Antes de se tornar governador, Camata foi vereador em Vitória, eleito em 1967, pelo Arena, o partido dos militares. Em 1979, mudou-se para MDB, partido de oposição ao regime militar.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br