in

Fernanda Lima é acusada de ‘trama secreta’ para impedir Bolsonaro de ser presidente

UOL,

O dono da RedeTV!, Marcelo de Carvalho, deu uma entrevista para o canal do empresário Luciano Hang, dono  das lojas Havan. Na entrevista, ele fala sobre as expectativas que tem para o futuro do Brasil, agora que no poder está o presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Na conversa, Marcelo de Carvalho ainda deixou alfinetadas na Globo, revelando que a emissora não queria que o político vencesse as eleições 2018. No segundo turno,  vale lembrar, Bolsonaro enfrentou  o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Ainda segundo Marcelo de Carvalho, a trama teria a participação da apresentadora Fernanda Lima, que comandava o ‘Amor & Sexo’.  Segundo Marcelo de Carvalho, as pautas da atração da loira eram “desenhadas”, justamente, para tentar minar a campanha de Jair Bolsonaro, que ainda foi vítima de uma facada durante a campanha presidencial. 

O empresário Luciano Hang ainda revela que Fernanda Lima estaria trabalhando contra a família brasileira, enquanto Marcelo de Carvalho afirma que o programa dela na Globo foi retirado do ar. De fato, a temporada do ‘Amor & Sexo’ acabou, mas ainda não se sabe se ele irá voltar ou não no ano que vem na grande da emissora. 

E Carvalho prosseguiu, acusando a apresentadora Fernanda Lima de ser mandada pela Globo a falar mal de Bolsonaro e montar pautas polêmicas: “Eu lamento muito. Eu acho que é a Globo que manda ela falar mal, ter essa pauta. A Rede Globo, isso é notório, não queria ter Jair Bolsonaro presidente da República. Não queria!”, afirmou o sócio da RedeTV!.

No final, Marcelo de Carvalho diz que está muito orgulhoso de estar engajado no governo Bolsonaro. Ele ainda diz que 2019 deve ser um ano de grandes mudanças para o país. 

Leia Também

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Lasanha de caneca: bateu aquela fome? Esta lasanha fica pronta em 5 minutos

Ana Maria Braga vacila e repórter é obrigado a dar dinheiro ao entrevistado ao vivo