in

Importante nome da TV critica Fernanda Lima e diz que Globo não queria Bolsonaro eleito

Montagem / Diogo Marcondes (reprodução TV Globo / Site oficial PSL)
Publicidade

Os eleitores de Jair Bolsonaro sempre viram na Globo um inimigo em potencial, e durante a corrida presidencial, a emissora foi acusada de algumas manobras contra o então candidato.

Na véspera do segundo turno, por exemplo, a emissora levou ao ar uma matéria “positiva” sobre o petista Fernando Haddad, que concorria com Bolsonaro, no Jornal Nacional. Depois da eleição, o JN exibiu uma matéria de sete minutos sobre a movimentação financeira incomum na conta de um ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

Para o apresentador e dono da RedeTV!, Marcelo de Carvalho, a Globo não queria que Bolsonaro fosse eleito presidente. “A Rede Globo, isso é notório, não queria ter Jair Bolsonaro presidente da República. Não queria”, afirmou Carvalho, em conversa com o empresário Luciano Hang, dono da Havan.

Publicidade

A conversa entre os dois foi gravada e exibida no Facebook da RedeTV! e da Havan, nesta quinta-feira (20). O proprietário da RedeTV! também falou sobre o programa de Fernanda Lima.

Publicidade

O Amor e Sexo tornou-se assunto recorrente nos últimos meses devido à baixa audiência. Especialistas em TV acreditavam que a queda ocorreu por conta da onda conservadora que tomou conta do Brasil.

“Eu fiquei sabendo que o programa da Fernanda Lima foi embora. De tanto trabalhar contra. Trabalhar contra o quê?”, questionou Carvalho. “Contra a família brasileira”, respondeu Hang.

“Eu lamento muito. Eu acho que é a Globo que manda ela falar mal, ter essa pauta”, concluiu Carvalho. O dono da RedeTV! assume que gostou de ver Bolsonaro eleito presidente e sempre comenta que o presidente eleito é figura carimbada em programas da emissora desde 2010.

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br