in

Após prisão, delegacia que recebeu João de Deus é alvo de sinais sobrenaturais: “todo mundo gritou”

Catraca Livre
Publicidade

João de Deus se entregou na noite deste domingo (16), após ter a prisão decretada no último dia 14 a pedido da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO).

Segundo André Fernandes, delegado responsável pelo caso, João de Deus estava escondido em uma fazenda na zona rural de Abadiânia, cidade onde fica a casa Dom Inácio de Loyola.  

Mais de 300 mulheres denunciaram o médium, que sempre negou as acusações de abuso sexual.  João de Deus agora está detido em uma cela de 16 m² no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, que fica na Região Metropolitana da capital. 

Publicidade

Depoimento de João de Deus assusta investigadores após ‘sinais sobrenaturais’ 

Após se apresentar à polícia e ser levado para a delegacia, sinais sobrenaturais assustou escrivãos, investigadores e até a delegada.  

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, assim que o médium começou a falar, o computador utilizado para registrar o depoimento dele parecia ter vida própria. “Você apertava uma tecla e ela OOOOOOOOO…”, contou a delegada Karla Fernandes. 

Em seguida, devido ao calor que fazia no momento, ela decidiu ligar o ar-condicionado através de uma extensão, que explodiu e ainda queimou o frigobar. “Todo mundo gritou”, contou Karla à Folha. 

E não parou por aí. O interrogatório havia sido programado para acontecer em Anápolis (GO), mas o escrivão escalado para colher o depoimento foi atropelado a caminho da delegacia. Felizmente, ele quebrou apenas o braço.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Anna Müller

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.