in

Sidão nega mágoa e explica birra da torcida do São Paulo: ‘questão de gosto’

GE

Depois de duas temporadas defendendo as metas do São Paulo, Sidão está de casa nova. Na última quinta-feira (13), o goleiro foi anunciado como reforço do Goiás para 2019.

Mesmo deixando o clube sem deixar nenhuma saudade na torcida tricolor, Sidão alegou que não leva nenhuma mágoa do São Paulo consigo. Antes de participar de um jogo solidário em Taboão da Serra, o craque disse: “Jamais vou ter mágoa, só gratidão mesmo por tudo o que aconteceu. É vida que segue e bola para frente”. 

O craque foi uma contratação exigida pelo ex-técnico e atleta do São Paulo, Rogério Ceni, mas acabou não sendo uma unanimidade entre a torcida tricolor. Neste ano de 2018, entre as boas e as más atuações que teve, acabou se tornando reserva de Jean e teve de aguentar as constantes vaias até o fim do Campeonato Brasileiro. 

O jogador falou sobre o fato de não ser amado pela torcida, mas falou que seu desempenho e seu trabalho fala por si só, e que sai de cabeça erguida do time em que veio para brilhar, mas acabou saindo como coadjuvante. 

Em 71 jogos que esteve em campo defendendo a camisa do São Paulo, Sidão fez 33 vitórias, 23 empates e 15 derrotas. Ao todo foram 72 gols sofridos com a camisa tricolor. Estes resultados foram o suficiente para deixá-lo feliz. Mesmo com a ameaça de rebaixamento que rondou a casa ele se mostrou contente pela sua performance. 

Agora no Goiás, Sidão ficará emprestado até final de 2019, quando se encerra o seu atual vínculo com o São Paulo. Caso agrade o time de Maurício Barbieri ele deverá ganhar uma nova chance para outras temporadas. 

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

As 6 principais razões que podem explicar o fracasso de O Sétimo Guardião

Presidente do Santos aborda sobre possível venda de Victor Ferraz para o São Paulo