in

Carrefour da Barra da Tijuca (RJ) é acusado de ‘exterminar gatos’

O Carrefour está outra vez envolvido em um caso de maus tratos aos animais. Desta vez, a denúncia é contra a unidade do hipermercado localizada na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

De acordo com o portal de notícias do jornal Extra, moradores da região desconfiaram do desaparecimento dos felinos que viviam no estacionamento do estabelecimento e fizeram uma denúncia a 7ª Vara Cível da Barra; saiba mais.

Gatos foram supostamente envenenados por funcionário do Carrefour

A ONG Oito Vidas foi a responsável pela denúncia, que aconteceu antes do caso da morte de Manchinha, no Carrefour Osasco (SP), e que comoveu o Brasil no início de dezembro. Segundo a ONG, uma colônia de aproximadamente 50 gatos vivia há cerca de 5 anos nas ruínas da churrascaria Pampa Grill e perambulavam pelo estacionamento do hipermercado.

Os felinos eram alimentados e recebiam cuidados dos moradores da região, por isso eram considerados animais comunitários, de acordo com a Lei Municipal 4.956/2008. No princípio de julho 17 animais desapareceram depois que o Carrefour fez uma suposta limpeza no local onde os gatos viviam.

Alguns dias depois, oito corpos de gatos, que eram aparentemente saudáveis, foram encontrados. Até setembro, mais 15 gatos e um gambá foram encontrados mortos na região.

Uma das colaboradoras da ONG ficou consternada diante da situação dos animais e resolveu encaminhar o corpo de um gato para realização de exames que pudessem decifrar a causa da morte.

O exame necrológico foi realizado em um laboratório de Belo Horizonte, em Minas Gerais, onde ficou comprovado que o animal morreu envenenado por uma substância conhecida como ‘chumbinho’, que tem sua comercialização proibida.

A ONG Oito Vidas acredita que funcionários do Carrefour foram orientados para exterminar os gatos. Após a denúncia realizada na terça-feira (11), a 7ª Vara Cível da Barra determinou que o Carrefour não deve praticar “atos que possam ocasionar o extermínio de gatos eventualmente existentes no interior do supermercadoAs investigações sobre as condições e causas das mortes dos animais continuam.

Nota Carrefour

“Especificamente sobre o processo em andamento no Rio de Janeiro, no qual fomos citados no dia 12/12, já estamos em contato com a ONG responsável para buscar soluções e desenvolver iniciativas concretas em nossas lojas do estado”.

O hipermercado também ressaltou que, depois do episódio em Osasco, está em constante contato com ONGs e entidades independentes de todas as regiões do país para desenvolver iniciativas em defesa e proteção de animais de estimação abandonados.

Leia Também

Escrito por Fabiana Batista Santos

Redatora Web há 5 anos. Prezo por desenvolver conteúdo de qualidade para levar informações úteis e pertinentes ao maior número de pessoas possível. Especialista em TV e Famosos, entretenimento, curiosidades, notícias do Brasil e mundo, decoração, saúde, entre outros.

Prêmio ‘Os idiotas de Ouro’ faz Jair Bolsonaro levar categorias de racismo e misógino

Corinthians surpreende a Fiel e, neste sábado, anuncia novo camisa 10 para 2019