in

Prêmio ‘Os idiotas de Ouro’ faz Jair Bolsonaro levar categorias de racismo e misógino

NTV

O presidente eleito Jair Bolsonaro venceu uma premiação um tanto inusitada na França. O político levou dois dos três prêmios que estava concorrendo. O evento é promovido pelo programa Je t’aime etc. (Te amo etc.), da emissora francesa France 2. 

A premiação, que é uma espécie de “Melhores do Ano” como no Domingão do Faustão, intitulada de “Os idiotas de Ouro”, deu a Jair Bolsonaro os prêmios de Racista e Misógino. O futuro presidente do Brasil perdeu apenas em uma categoria, a de Ignorante do Ano.

O apresentador da atração, Stan Gusman, contou com a ajuda do jornalista e psicólogo, Jean-François Marmion, para anunciar os candidatos em cada categoria. 

Na categoria de Misógino, o presidente eleito concorreu com Donald Trump, presidente dos Estados Unidos; e Rodrigo Duterte, presidente eleito das Felipinas. Antes de anunciar o ganhador, o apresentador discursou: “Um homem que detesta tanto as mulheres que esteve por aqui de se casar com um homem. Mas a gente não pode se fazer de besta, né? Porque normalmente todos os misóginos também são homofóbicos”.  

Para justificar a presença do presidente na categoria, o programa usou um vídeo de 2003, no qual Bolsonaro aparece discutindo com a deputada federal, Maria do Rosário. Depois da exibição das imagens, Stan disse que era uma bela seleção de idiotas.  

Na sequência, veio o prêmio de Racista, no qual foi exibida uma matéria que o político fez para o CQC respondendo a cantora Preta Gil que seus filhos jamais se casariam com uma negra. Na categoria de Ignorante do Ano, o político acabou sendo derrotado pelo cantor Keny West, marido de Kim Kardashian.

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Sérgio Moro elogia Lula e diz que prisão do ex-presidente é lamentável

Carrefour da Barra da Tijuca (RJ) é acusado de ‘exterminar gatos’