in

Dieta no pós-parto: saiba como emagrecer com saúde

Divulgação / Mundo Boa Forma

Durante o período gestacional, as mamães podem engordar até 16 quilos, mas há casos em que elas engordam até mais e, infelizmente, essa perda de peso extra demora um pouco a acontecer, uma vez que o útero está maior que seu tamanho normal e há inchaço devido à mudança hormonal.

A dieta pós-parto não vai proporcionar um emagrecimento rápido, mas ele pode acontecer a médio prazo. O endocrinologista e nutrólogo, Mohamad Barakat, diz que é muito importante uma dieta balanceada e atividades físicas moderadas – desde que liberadas pelo médico.

O especialista orienta que sejam consumidas 2500 calorias por dia, proporcionando energia suficiente para a lactante e contribuindo ainda para a perda de peso de forma saudável.

O médico recomenda que sejam investidos os consumos de proteínas, principalmente carnes magras como frango e peixes, além de ovos e leguminosas como soja e feijão. Para que haja uma melhora no trato intestinal e na saciedade, é recomendada a ingestão de fibras que podem ser conseguidas em alimentos integrais, como pão, macarrão e arroz.

“Beba líquido em abundância, principalmente sucos naturais de frutas e águas, pois a amamentação dá muita sede”, diz Barakat. É fundamental também que a alimentação seja feita de três em três horas, para estimular a queima de calorias e manter o metabolismo em atividade.

Entre as principais refeições, pode ser consumido frutas, barras de cereais, sanduíches naturais, granola e bolachas integrais. As frutas também podem ser ingeridas na forma de sobremesa.

É muito importante sempre seguir essa recomendação para o almoço e o jantar: um carboidrato integral, uma proteína vegetal, uma proteína magra animal, uma porção de salada e legumes e vegetais cozidos.

No café da manhã é possível ingerir suco de frutas natural ou iogurte natural, pão integral, queijo branco ou cottage e, por fim, uma fruta. Vale lembrar que é importante consumir pelo menos três porções de frutas diferentes durante o dia.

Evite ao máximo carboidratos simples, carnes gordas, açúcar, doces, bebidas açucaradas, frituras, condimentos, refeições de fast food e alimentos industrializados. Além, é claro, de evitar o consumo excessivo de sal, pois ele contribui para a retenção de líquido e posterior inchaço.

Leia Também

Escrito por Nado News

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 8 anos, trabalho também como redator há cerca de 3 anos, o que fez despertar uma nova paixão. Tanto que, atualmente, sou graduando em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .

Next post

Da cadeia, Lula envia carta para Dilma e o que está nela choca o Brasil

Veja tenta ‘limpar barra’ de Fernanda Lima, mas resultado é terrível