in

Filha João de Deus diz ter sido molestada desde os 10 anos: ‘Meu pai é um monstro’

Veja
Publicidade

Recentemente, o programa ‘Conversa com Bial’, da TV Globo, deu a voz a várias mulheres que fazem acusações contra o médium João de Deus. Ele é acusado de assédio, estupro e outras posturas abusivas ao longo das décadas que trabalha como líder espírita na cidade de Abadiânia, no interior do estado de Goiás. 

Em entrevista à Revista Veja, Dalva Teixeira, hoje com 49 anos, dá detalhes de como era a sua vida ao lado do médium. Dalva já havia virado notícia por acusar o pai de a ter abusado, mas apenas agora o relato completo dela foi publicado pela Veja e os relatos impressionaram, sendo compartilhados pela maior parte da mídia. 

Depois que uma série de mulheres começou a denunciar o médium por assédio sexual, o que resultou num pedido de prisão preventiva, Dalva Teixeira prestou depoimento sigiloso no Ministério Público de Goiás. 

Publicidade

De acordo com Dalva, o pai é um monstro. Ela conta que os primeiros abusos aconteceram quando ela tinha apenas dez anos de idade e que, a partir daí, a sua vida virou um verdadeiro inferno. Segundo Dalva, ela só conheceu o pai aos 9 anos e já um ano depois os abusos tiveram início. 

Publicidade
Publicidade

Ela foi morar em Abadiânia para completar os estudos, mas o que encontrou foi um ambiente de perversidade. João de Deus se diz inocente das diversas acusações que recebeu até agora, mas o Ministério Público do estado de Goiás já solicitou a sua prisão preventiva. 

Os abusos aconteciam em casa, no carro e durante viagens. Essa foi a rotina de Dalva até completar 14 anos, quando ficou grávida de um funcionário de João de Deus. No entanto, segundo ela, o pai a espancou e a fez abortar o bebê. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.