in

Após abrir processo contra Eduardo Costa, Fernanda desabafa sobre agressão e faz pedido

Metrópoles
Publicidade

A apresentadora Fernanda Lima quebrou o silêncio e decidiu se pronunciar em relação aos casos de agressão contra as mulheres. Após toda a polêmica envolvendo Eduardo Costa, ela fez um discurso empoderado em suas redes sociais.

Publicidade

Fernanda Lima fez um discurso falando sobre agressão e pediu para que as mulheres não ficassem calada diante de seus agressores. 

Publicidade

Na postagem publicada em sua conta pessoal no Instagram, Fernanda escreveu: “Quando uma mulher rompe o silêncio e denuncia uma agressão, a primeira reação desse sistema de opressão é questionar a vítima e nunca o agressor. Por isso, precisamos segurar a mão uma das outras e nos apoiar. Juntas, vamos denunciar, exigir justiça e assim sabotar as engrenagens do sistema de opressão machista e misógino”. 

Em novembro deste ano a apresentadora também foi vítima de uma suposta agressão do cantor Eduardo Costa, que disparou palavras de ofensas contra a global. Inclusive, a própria artista o acusa de calúnia, injúria e difamação. 

Publicidade

Tudo começou após Fernanda fazer um discurso em seu programa Amor e Sexo, que teve o último episódio exibido nesta terça-feira (11). Na ocasião, ela disse que as mulheres não poderiam se render ao sistema opressivo, e que as pessoas deveriam sabotar qualquer tipo de engrenagem do sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino.  

O cantor não gostou nada do que ouviu e ofendeu Fernanda de várias formas, tudo por conta do fato de achar que ela estaria criticando o presidente eleito Jair Bolsonaro. Como não poderia deixar de ser, um processo foi aberto e a primeira audiência deve acontecer no próximo dia 19 de dezembro às 14h30, no Rio de Janeiro.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Angela Bismarchi pega diploma de pastora e dispara: ‘Me arrependo do que fiz e o que fui’

Doente e sem dinheiro para pagar plano de saúde, ex-global faz pedido, e desfecho emociona