in

Eduardo Costa volta a falar sobre cachorro morto e acaba se dando mal

O Popular
Publicidade

Após fazer um post detonando a comoção por cachorro morto a pauladas por segurança no Carrefour, o Cantor Eduardo Costa resolveu se manifestar sobre o caso.

Publicidade

O sertanejo usou o caso de uma senhora de 106 anos, morta a pauladas no interior do Maranhão. Segundo o cantor, ele não está defendendo o cachorro ou quem matou ele. Ambos os crimes são inadmissíveis e quem cometeu o ato deve pagar.

Publicidade

Porém o cantor apontou, que é indignável a atitude de uma sociedade que se mobiliza mais com um animal morto, do que com um ser humano. Em novembro deste ano, a idosa Antônia Conceição da Silva foi assassinada dentro de sua casa, no município de Feira Nova do Maranhão, a 803 km de São Luís.

O cantor sertanejo garantiu que gosta muito dos animais, sem nenhuma exceção, mas que não os vê como os outros. Para ele os bichos vão sempre ser o que são. “Eu amo os animais sem exceção, mas sempre os trato como animais”. 

Publicidade

Todo o imbróglio começou, quando o cantor postou em suas redes sociais uma foto polêmica, logo de pois ele apagou o post por conta das várias críticas que estava recebendo, mas já era tarde demais. Vários internautas detonaram a atitude do artista que havia colocado na legenda: “Sessenta mil homicídios por ano no Brasil. E o Brasil? Que comece o ‘mi mi mi'”. 

Um dos comentários que mais chamou a atenção, foi de uma moça que alegou não ter visto nenhuma comoção do cantor por parte da história da senhora de 106 anos, mas como o assassinato do cachorro teve mais evidência, ele preferiu se manifestar sobre o caso.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Atriz veterana retorna a TV Globo com salário de iniciante e valor é divulgado

Cãozinho de Sabrina some, fãs a questionam e faz apresentadora se explicar